Informações de Mercado

Sell in e sell out: o que são e como usá-los no seu varejo?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Você já ouviu falar nas estratégias de sell in e sell out no varejo?

Acredite: conhecê-las e saber como utilizá-las para guiar suas compras, campanhas e ações pode ser de grande auxílio na hora de potencializar as suas vendas. Também, são ações que permitem que você tenha um maior controle e gestão de todo o seu supermercado. Importante, não é mesmo?

Dessa forma, para te auxiliar a compreender um pouco melhor esses conceitos, preparamos este material. Pode até ser que você já coloque algumas dessas estratégias em prática e nem saiba disso. 

E então, vamos ver o que são as ações de sell in e sell out no varejo?  Acompanhe!

Mas afinal: o que é sell in e sell out? 

Sell in e sell out são duas ações que podemos chamar de complementares, pois fazem parte do mesmo processo. Para compreender melhor:

Sell in

É quando a indústria/fornecedor/fabricante vende seus produtos para um canal de distribuição – como o seu varejo, por exemplo.

Ou seja, o sell in está relacionado com a compra das mercadorias que você fará para o seu supermercado. O objetivo, é claro, é sempre contar com fornecedores e distribuidores que ofereçam preços e condições favoráveis ao seu negócio. Porém, de nada adianta você ter um ótimo estoque de produtos se eles não são adquiridos pelos seus clientes, certo?

Isso pode desencadear em produtos encalhados, que geram prejuízos e perdas para o seu negócio.

Sell out

O sell out, por outro lado, é o nome que se dá para a venda final e direta do seu negócio para os seus clientes. Para calculá-lo você avalia a quantidade do tempo que determinada mercadoria demora para sair da sua loja e ser adquirido pelo cliente.

Por exemplo, produtos com bom sell out são aqueles de alto giro, sempre requisitados pelos clientes e que não podem, em hipótese nenhuma, estar em falta no seu varejo.

Utilizando o sell in e sell out em sintonia perfeita

Você já compreendeu que o sell in consiste na compra de mercadorias para o seu varejo, enquanto o sell out consiste na venda destes produtos para os clientes, certo? Com isso em mente, é hora de você compreender a importância de ter essas duas estratégias sempre caminhando de forma alinhada, lado a lado. 

Mas como fazer isso? Pois bem…

O sell out deve guiar o sell in

Sim, é isto mesmo. 

O que deve guiar as compras para o seu supermercado é a saída destas mercadorias.

Afinal, de nada adianta você encontrar um fornecedor que ofereça um preço incrível por um produto se esse ítem não faz sucesso entre os seus consumidores. É claro que é importante aproveitar oportunidades que surgem ao longo da gestão do seu supermercado, porém, é mais essencial ainda fazer as suas ações baseadas em dados, e não em achismos/impulsividade.

Assim sendo, lembre-se que a projeção das ações de sell in devem ser proporcionais ao que o seu varejo projeta com o sell out. Caso as vendas de determinada mercadoria aumentem, você revê o abastecimento – ou seja, o sell in – e o faz em maior quantidade ou frequência.

O ideal é que esta dinâmica seja sempre mantida e esteja em sintonia. E, para isso, pode ser essencial contar com um bom software de gestão no seu varejo.

Você pode buscar por uma plataforma que una em um só lugar várias informações e dados relevantes para evitar situações incômodas para o seu supermercado, como:

  • Produtos que encalham – quando o sell in é mal feito;
  • Mercadorias que ficam em falta, gerando a ruptura de gôndola – que acontece quando o sell out é mal projetado.

Entenda que a tecnologia é sua melhor amiga e veio para ficar. Ao invés de lutar contra, busque nela boas soluções para você diferenciar-se dos seus concorrentes e potencializar as ações do seu varejo. E é esse pensamento que nos leva ao próximo tópico. 

Usando a tecnologia para guiar suas ações

A tecnologia traz ferramentas vitais para você ter um bom controle do seu varejo. Um exemplo de sucesso é o CBM (Consumer Behavior Management – Gestão de Comportamento do Consumidor) da Mercafacil. Com ele, você passa a ter dados completos e assertivos sobre todo o comportamento de compra do seu consumidor.

Assim, com esse conhecimento em mãos, a chance de você acertar nas compras para o seu estoque e, também, de desenvolver ações de marketing para divulgar as suas mercadorias, aumenta de forma exponencial.

Ou seja: com este software você potencializa as suas estratégias de sell in e sell out e, ao mesmo tempo, passa a conhecer de maneira mais profunda os seus consumidores. Você compreende:

  • As preferências de compras do seu cliente – marcas preferidas, produtos que compram com mais frequência;
  • Os dias do mês em que costumam fazer compra;
  • A quantidade de vezes que este cliente costuma frequentar a sua loja em determinado período – mensal, semanal, entre outros;
  • O ticket médio de cada compra;
  • Faixa etária, sexo, estado civil, onde moram, etc.

Com todas essas informações e dados coletados pelo CBM, é hora de você desenvolver estratégias eficientes e assertivas de sell in e sell out. Aproveite este conhecimento para garantir que o seu estoque esteja sempre adequado com a intenção de compra dos seus clientes, evitando o encalhamento ou a falta de produtos. E, mais do que isso, capriche nas ações de marketing, ressaltando que você oferece tudo aquilo que o cliente precisa. 

Por fim, lembre-se de que a Mercafacil está aqui para te auxiliar neste processo. Entendemos que cada cliente é diferente e, assim, buscamos te ajudar a compreender e a fidelizar cada um deles. Ficou interessado? Então conheça as nossas soluções completas para o varejo. Agende uma demonstração gratuita com um dos nossos especialistas e surpreenda-se.

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil.

Write A Comment