Vendas

6 dicas para montar ponta de gôndola e aumentar as vendas

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A ponta de gôndola é considerada um “ponto extra” de venda nos supermercados. É ela quem “encabeça” toda a gôndola do seu corredor e, assim, oferece um grande destaque para os produtos que são estrategicamente posicionados nela.

Isso acontece porque os produtos colocados na ponta de gôndola são vistos com mais facilidade pelas pessoas que estão transitando no seu supermercado. Inclusive, às vezes é pela ponta de gôndola que os clientes reconhecem o que é comercializado em cada corredor. E é a partir disso que os shoppers optam por transitar – ou não, – naquele setor.

Por isso, saber o que colocar e como organizar esse ponto extra de venda pode ser tão importante para o seu varejo. E é para te ajudar nessa missão que preparamos esse artigo.

Ps: aqui vamos falar mais especificamente sobre a ponta de gôndola. Mas, se você tem interesse em saber como explorar outros pontos de venda de forma estratégia, confira também nosso texto sobre 4 formas de explorar os pontos extras em supermercados.

6 dicas para montar e organizar a sua ponta de gôndola

1. Escolha bem o produto – ou os produtos – que irão estar nela

O ideal é expor, no máximo, dois produtos na ponta de gôndola do seu negócio. Como o espaço nesse ponto de venda não é muito grande, ele deve ser bem pensado e utilizado. Por isso, pense de forma estratégica em como utilizá-lo. Algumas sugestões são:

  • Fazer uma ponta composta apenas por um produto que esteja em promoção, tenha uma grande saída e/ou mereça grande destaque;
  • Posicionar produtos da mesma marca, mas com aromas, sabores e cores diferentes. Por exemplo: dois produtos de limpeza que mudam apenas a fragrância, pipocas de microondas em que muda-se apenas o sabor, entre outros.
  • Outra opção é apostar no cross selling. Ou seja, na estratégia de expor lado a lado produtos complementares. Assim, o cliente compra o que queria e acaba levando algo a mais. Exemplos de cross selling que você pode aplicar na ponta de gôndola: cereais matinais e leite; pó de café e filtro de cafeteira; achocolatado e leite condensado; macarrão e queijo ralado e/ou molho de tomate, etc. 

2. Cogite montar uma “orelha” para complementar a ponta de gôndola 

Se você deseja aumentar a quantidade de produtos expostos na ponta de gôndola, uma ideia é criar aquilo que chamamos de “orelha”. A orelha é um rack ou display que costuma ser montado ao lado da ponta de gôndola, complementando-a.

Você pode colocar na orelha os mesmos produtos ou então apostar na estratégia de cross selling que citamos no tópico acima. 

3. Use o espaço para movimentar a venda dos produtos sem giro

Por ser um ponto de venda extra com bastante visibilidade, a ponta de gôndola também pode ser utilizada para colocar aqueles produtos que estão encalhados e sem giro. 

Para essa estratégia funcionar, lembre-se de organizá-los de forma adequada, sinalizar com cartazes e, se possível, fazer kits e/ou promoções do tipo “leve 3 pague 2”. Essa ação vai aumentar o ticket médio das vendas e, ao mesmo tempo, ajudar a girar o seu estoque.

4. Use o espaço para colocar produtos em promoção

Já pensou em ter uma ponta de gôndola do seu supermercado voltada para os produtos que estão com boas ofertas? Essa também pode ser uma estratégia válida para o seu negócio.

Você pode escolher uma ponta de gôndola que fique mais ao final do seu varejo para colocar essa estratégia em prática. Assim, os shoppers caminharão por mais corredores do seu supermercado até chegar na “ponta de gôndola de ofertas imperdíveis”.

5. Varie os produtos com frequência

De tempos em tempos mude os produtos que estão expostos na ponta de gôndola. De forma estratégica, é claro.

Para isso, analise quais foram os produtos mais (ou menos) vendidos no último mês ou semana, por exemplo. A partir disso, verifique quais mercadorias fazem sentido serem expostas na ponta de gôndola.

Conheça o seu cliente – através de dados e não de achismos, – e, então organize a sua ponta de gôndola com maestria. Lembre-se de que administrar e fazer a gestão de um supermercado é algo dinâmico e que deve acompanhar diariamente as necessidades e desejos dos clientes.

6. Fique atento às etiquetas de preços

Essa é uma dica que vale para todos os setores do seu supermercado. É essencial que os preços dos produtos estejam sempre certos e fáceis de encontrar.

Afinal, quando um consumidor olha um produto mas não encontra o preço, as chances de ele deixar de fazer a compra são muito maiores.

Assim sendo, mesmo se você organizar bem a sua ponta de gôndola e escolher de maneira estratégica as mercadorias que irão compor ela, de nada adianta se os preços não estiverem bem sinalizados. 

É hora de montar a ponta de gôndola do seu supermercado! 

Com essas dicas, você está mais do que preparado para ter pontas de gôndola organizadas, que vendem muito, auxiliam a aumentar o ticket médio nas vendas, proporcionam uma experiência positiva para o cliente e muito mais!

Ademais, se tiver dúvidas sobre como conhecer melhor os seus consumidores e busca soluções completas para atendê-los, entendê-los e surpreendê-los cada vez mais, entre em contato conosco e saiba como a Mercafacil pode te ajudar!

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil.

Write A Comment