Gestão

Evite a ruptura de estoque com nossas 6 dicas

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Quem nunca foi fazer compras e, ao chegar no supermercado, não encontrou o que desejava? Pois bem, isso é o que chamamos de ruptura de estoque.

Segundo dados publicados na Revista Exame em 2017, a ruptura, na época em que foi escrito o artigo, era responsável por causar entre 5% a 10% de queda nas vendas. Além disso, o estudo também mostra que 32% dos consumidores que não acham o que buscam em uma loja optam por ir até outro estabelecimento para concluir a compra. Provavelmente, um concorrente seu.

A ruptura de estoque é um problema que os supermercados sempre enfrentaram. Porém, é essencial entendê-la no contexto atual em que vivemos. 

Hoje as pessoas estão saindo menos de casa e, quando elas saem, buscam encontrar tudo o que desejam no mesmo lugar.

Consequentemente, elas vão até as lojas menos vezes ao mês e, quando vão, costumam fazer compras com um valor de ticket médio mais alto. 

Assim sendo, sofrer com a ruptura de estoque no período atual é algo que pode causar prejuízos ainda maiores para o seu negócio. Mas, os danos causados pela ruptura vão além dos financeiros e mexem, também, a reputação da sua marca.

Os problemas causados pela ruptura de estoque

A primeira sensação que sentimos ao chegar em um supermercado e ele não ter o produto que desejamos é o de frustração. Entretanto, como cada cliente é diferente do outro, existem algumas ações que eles podem seguir quando se deparam com a ruptura: 

  • Optar por comprar um produto semelhante, de outra marca. Se ele for um cliente fidelizado, provavelmente voltará à sua loja para uma próxima compra e dará mais uma chance para o seu negócio. Se não for um cliente fidelizado, talvez você tenha perdido um cliente. 
  • Deixar de lado toda a compra e procurar outro estabelecimento, que tenha esse e todos os itens que ele deseja comprar.
  • Se ele já for fiel ao seu negócio, existe a chance de ele voltar outro dia na sua loja para fazer a compra. Contudo, vale sempre relembrar que, no nosso contexto atual, essa opção é mais difícil de acontecer. Se ele não é um cliente fiel, ele provavelmente não irá novamente até o seu negócio.

Entendemos a ruptura pode não ser tão brutal para o seu negócio só quando você já tem clientes muito fiéis à sua marca. Ainda assim, até mesmo os clientes mais fidelizados deixam de comprar no seu estabelecimento se vão até ele mais de uma vez e não encontram o que desejam. 

Além disso, lembre-se de que “a primeira impressão é a que fica” e, provavelmente, todos os dias você recebe clientes novos, que precisam ter uma boa primeira impressão da sua marca – ou seja, encontrar os produtos que desejam na sua loja. Até é possível mudar a primeira impressão caso ela seja ruim. Porém, nem sempre é tão fácil assim e exige esforço da sua parte. 

Dessa forma, é muito importante saber como evitar a ruptura de estoque no seu negócio.

6 dicas para evitar a ruptura de estoque 

Antes de começar a citar as nossas dicas, vamos ressaltar que, atualmente, estamos na “era da experiência”. Por isso, focar em ações que tornem a compra do seu cliente mais positiva é algo tão importante. E, é claro, evitar a ruptura de estoque é um fator que pode melhorar, e muito, essa experiência.

1. Conheça os seus clientes 

Pode parecer clichê, porém, conhecer muito bem os seus clientes é o primeiro passo para você evitar a ruptura no seu estabelecimento. E, por conhecer os seus clientes, nós queremos dizer: saber todos os dados e informações possíveis sobre eles e ir além, compreendendo o comportamento de compras dos seus consumidores.

Assim sendo, a nossa dica é você utilizar uma plataforma de Gestão de Clientes completa e tecnológica a seu favor, como a nossa da Mercafacil. Nosso CBM (Consumer Behavior Management – Gestão de Comportamento do Consumidor) une CRM, Inteligência Artificial e Big Data, gerando dados preciosos sobre o comportamento dos clientes.

Dessa forma, tendo esses dados em mãos, você saberá dizer de maneira precisa quais são os produtos mais vendidos, se existe algum período do mês que eles têm mais saída, quais são as marcas preferidas do seu cliente, se existe algum produto que precisa de uma ação de marketing mais potente para ser vendido em maior quantidade, entre outros.

Além do mais, esse conhecimento permite que você faça um melhor planejamento das suas compras – e esse é o próximo tópico que iremos abordar. 

2. Faça uma melhor planejamento das suas compras e evite a ruptura de estoque

Evitar a ruptura de estoque passa por desenvolver um planejamento melhor para o seu estabelecimento. E, como dissemos no início do texto, é essencial lembrar do contexto atual que estamos vivendo.

Ou seja: não é recomendado fazer um planejamento de compras para um período muito longo ou estocar muitos produtos. Afinal, a pandemia mudou e continua mudando os nossos hábitos de consumo.

Por isso, fique atento às tendências de consumo do momento e busque orientar as suas compras, promoções, ofertas e operações da loja nesse caminho. 

3. Não esqueça das sazonalidades e festividades de cada mês

Todos os meses do ano oferecem oportunidades de venda especiais para o seu varejo. Inclusive, nós temos até um “calendário promocional” que você pode baixar aqui para ver quais são as festividades de cada mês. 

Então: fique atento às celebrações e garanta que o seu estoque esteja preparado para atendê-las da melhor maneira. Além do Natal e da Páscoa, temos a Festa Junina, o Dia dos Namorados, Dia das Mãe, Dia dos Pais, Dia dos Namorados, Dia das Crianças e muitas outras festas que movimentam o varejo.

Para saber como preparar-se de maneira adequada para essas festas, sem que faltem ou sobrem muitos produtos, verifique o histórico da sua loja para saber o que fez sucesso nos anos anteriores e acompanhe as tendências de mercado atual, verificando a concorrência e comportamento dos seus clientes.

4. Só faça ofertas de produtos que já estão em estoque

Outra dica “básica” para evitar a ruptura de estoque é: só faça oferta daqueles produtos que você já tem, evitando a frustração do seu cliente ao chegar na loja e não encontrar essas mercadorias.

Para isso, é importante que você tenha uma boa relação com os seus fornecedores, tornando-se grandes parceiros. Priorize aqueles que evitam a demora na entrega e a falta de produtos nas suas gôndolas. Afinal, os fornecedores precisam abastecer a sua loja para, somente então, você dar prosseguimento às suas ações promocionais.

5. Busque por aperfeiçoamento e novidades de maneira contínua 

Absolutamente todas as dicas que nós estamos dando para você podem trazer um resultado infinitamente melhor quando acompanhadas pelo uso correto da tecnologia.

Por isso, busque manter a sua equipe afiada, treinada e antenada com os avanços tecnológicos. E, além disso, mesmo que esteja “tudo bem” no momento, não acomode-se. Quem não inova acaba ficando para trás e a tecnologia está avançando em uma velocidade extremamente rápida.

Mantenha  um investimento considerável no aperfeiçoamento do seu time de colaboradores, mantendo-os engajados e motivados e, também, buscando sempre por melhorias tecnológicas, que possam facilitar, automatizar a agilizar os processos da sua operação. 

6. Escute seus clientes

Por último, mas não menos importante, lembre-se sempre que os clientes são o maior bem da sua loja. Assim sendo, mantenha um canal de comunicação aberto e estimule eles a conversarem com a sua marca, compartilhando suas opiniões e dando feedback sobre a sua loja.

Essa comunicação pode – e deve – ser feita por diversos canais. Use as redes sociais, chatbot, caixa de sugestões na entrada e/ou saída da sua loja, e-mail, SMS, entre outros. Não importa o canal, o que importa é você saber se o seu cliente foi até a sua loja e encontrou – ou não – aquilo que ele estava procurando. Quanto antes você ficar ciente da ruptura de estoque, antes poderá resolver essa situação chata.

E então, gostou de conhecer algumas boas dicas para evitar a ruptura de estoque no seu varejo? Para ficar sempre por dentro das tendências e novidades de mercado, continue acompanhando nosso blog.

Ademais, caso esteja pronto para conhecer melhor os hábitos de compras dos seus consumidores e a fim de aplicar esse conhecimento para atrair, conquistar e fidelizar mais clientes, agende agora mesmo uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas do varejo e saiba como a Mercafacil pode te ajudar nessa missão.

Jornalista graduada pela PUC-PR. Analista de Marketing com foco em produção de conteúdo estratégico na Mercafacil.

Write A Comment