Relacionamento

Qual é a diferença entre ferramentas de BI x ERP x Inteligência Competitiva (SIC)

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Diariamente os estabelecimentos comerciais fazem transações com milhares de clientes e os dados podem gerar Inteligência Competitiva.

A cada compra feita por um consumidor, informações são geradas e precisam, de alguma forma, ser registradas.

Sabendo disso, a maior parte das empresas de varejo conta com artifícios que facilitam o processo de organização e análise de dados, como por exemplo, as ferramentas de SIC (Softwares de Inteligência Competitiva), BI (Business Intelligence) e de ERP (Enterprise Resource Planning).

Mas qual é exatamente a diferença entre esses mecanismos e como eles podem ser utilizados dentro dos estabelecimentos?

Sistemas ERP

A partir do momento em que a empresa atinge um tamanho maior, controles e registros feitos em planilhas de Excel tornam-se inviáveis.

As ferramentas de ERP (Enterprise Resource Planning) servem justamente para isso: padronizar os sistemas de informação e centralizar todos os dados da companhia de maneira clara e organizada em um único banco de dados.

Se forem alimentadas e atualizadas com frequência, ajudam no gerenciamento das atividades e diminuem o trabalho manual da equipe.

Os principais dados que são registrados nos sistemas de ERP são entrada e saída de produtos do estoque, ordens de serviço, fluxo de caixa, etc.

Assim, quando qualquer membro da equipe precisar saber de alguma informação, é só checar os relatórios gerados pela ferramenta de ERP utilizada.

Porém, chegou-se a conclusão que deixar todo esses registros parados é um desperdício de material.

Se você tem dados de ordens de serviço arquivadas, por exemplo, porque não utilizar essa informação para ver quais são os produtos menos procurados na sua empresa e se adaptar para divulgá-los melhor?!

É exatamente aí que entra o BI (Business Intelligence).

Mas afinal de contas, o que é BI?

Business Intelligence é um processo que reúne ferramentas que transformam os dados gerados pela empresa em informações que ajudam na tomada de decisão.

Coletados e organizados, esses dados poderão trazer insights como: volume de vendas, margens de lucro por categoria de produto, comparações de faturamento entre lojas da empresa e/ou períodos anteriores, que, somados a outras informações, adquiridas através ferramentas ERP`s, possibilitarão o cruzamento de dados com o objetivo de emitir relatórios customizados.

Pode-se dizer que a principal diferença entre uma ferramenta de ERP e uma de BI é que a primeira apenas coleta dados e os registra de uma forma organizada.

Enquanto a segunda analisa esses dados e gera insumo para a tomada de decisão.

Assim, ferramentas de BI são ideais para empresas que já possuem uma setor interno de inteligência, ou, que estão acostumadas a tomar decisões com base em dados e relatórios.

No entanto, não adianta ter em mãos tais dados se você não souber como utilizá-los.

É aí que entra o SIC (Software de Inteligência Competitiva), com intuito de fornecer através da inteligência competitiva, análises de dados a fim de gerar resultados

A Inteligência Competitiva é o processo sistemático que transforma dados em conhecimento estratégico.

Utilizando informações externas de mercado e cruzando-as com análises estatísticas e preditivas internas da empresa, tem-se como resultado uma série de ações que irão embasar a tomada de decisão de maneira precisa e no momento certo.

Assim, serão considerados eventos futuros, e não somente relatórios, para justificar decisões passadas, como ferramentas de BI tradicionalmente fazem.

Com o Software Mercafácil, por exemplo, você pode:

  • Identificar os preços ideais de venda para cada produto na prateleira de sua loja;
  • Identificar quem são os seus clientes e com que frequência eles consomem no seu estabelecimento;
  • Aumentar as retenções de compras dos segmentos de clientes distintos que compram na sua loja (descubra nesse post a importância da retenção de clientes no varejo);
  • Saber de que parte da cidade são esses consumidores através da ferramenta de geolicalização , e quanto eles gastam quando vão ao seu estabelecimento;
  • Planejar ações de marketing direcionadas para a região onde seus clientes moram e várias outras visando melhorar o desempenho do seu estabelecimento.

Conclusão sobre Inteligência Competitiva

Portanto, se tempo é algo que lhe falta durante sua jornada de trabalho e deseja melhorar os resultados financeiros da sua empresa, concentre seus esforços em análises certas para o momento.

Para isso, tenha sempre em mente que:

– Ferramentas de ERP são importantes para a operação diária de venda de qualquer empresa;  – BI’s são uma boa escolha para customizar e gerar relatórios que possam lhe fornecer alguma informação pretérita relevante;

– Ferramentas de Inteligência Competitiva estão atreladas ao resultado final da empresa, sendo a melhor escolha para quem não possui um setor de inteligência interno, luta contra a falta de tempo para analisar os dados de vendas e precisa tomar decisões estratégicas no momento correto.

Falando em resultado, aproveite e clique nesse link para descobrir o que Varejistas que faturam acima de U$100 milhões/ano podem nos ensinar sobre crescimento.

Co-Fundador e Diretor Executivo da Mercafácil. Graduado em Engenharia Mecânica com pós-graduação em Engenharia de Negócios e MBA's nas áreas de Orientação de Mercado na ESADE Business School, em Barcelona, e Inteligência de Negócio e Análise de Dados pela Universidade Positivo.

2 Comments

  1. Raphael Queiroz Reply

    Olá, no último parágrafo (“Falando em resultado, aproveite e clique nesse link…”) não há link para clicar, poderia me passar ?
    Obrigado

Write A Comment