Author

Daniela Hendler

Browsing

Saber como montar um excelente ponto de venda (ou PDV) vai fazer toda a diferença para o seu varejo. Afinal, caso você não saiba, de acordo com dados divulgados pela Nielsen, 70% das decisões de compra acontecem no ponto de venda. Isso mesmo!

Assim sendo, além de ser extremamente importante você desenvolver estratégias de relacionamento e de vendas que acompanhem o comportamento de compras e as tendências do momento – como, por exemplo, a utilização de redes sociais para fortalecer a sua marca e demais ferramentas disponibilizadas pela tecnologia – você não pode, jamais, esquecer da organização e da manutenção do seu ponto de venda

Ps: sim, nós sabemos que são muitas as frentes que envolvem um bom trabalho de gestão no supermercado. E que elas estão aumentando cada vez mais. 

Antes um supermercado de bairro sobrevivia muito bem “apenas” com a propaganda boca a boca e marketing tradicional (carro de som, outdoor e rádio, por exemplo). Entretanto, hoje, a concorrência está mais acirrada e, além disso, o comportamento de compras do consumidor mudou. E é para te ajudar a acompanhar essas tendências que nós estamos aqui.

Hoje, preparamos 8 dicas infalíveis para você ter mais sucesso no seu ponto de venda e alavancar os resultados do seu supermercado. Confira! 

8 dicas para ter mais sucesso no seu ponto de venda

Antes de começar a pontuar as nossas dicas, vamos sugerir uma pequena ação: pense nos momentos em que você foi o cliente. Isso mesmo: coloque-se no lugar do consumidor.

Assim, tente lembrar quais foram os motivos pelos quais você já deixou de comprar algum produto em um PDV.

Também, faça o inverso.

Ou seja: pense naqueles momentos em que você foi até um ponto de venda e acabou comprando mais do que o que havia planejado simplesmente. O que fez com que isso acontecesse?

Esse exercício pode te ajudar a ter bons insights de ações a serem tomadas no seu supermercado. 

Dito isso, é hora de seguir para as nossas 8 dicas para você aplicar no seu ponto de venda e alavancar os resultados da sua loja. 

1. Tenha uma loja bem apresentável, ou seja: organizada, limpa, segura, confortável, agradável, etc

Pois bem, o primeiro passo para você ter bons resultados no seu ponto de venda é garantir que ele seja bem apresentável. Ou seja, que as pessoas sintam vontade de ir até a sua loja. E aqui estamos falando tanto dos seus fiéis quanto aqueles que ainda não conhecem o estabelecimento.

E por quais motivos as pessoas sentem vontade de entrar na sua loja? Porque elas sabem que terão boas experiências lá.

Neste cenário, para ter uma loja bem apresentável, que atraia clientes e faça com que você aumente as suas vendas, é importante pensar nos seguintes pontos:

  • Fachada atrativa e convidativa;
  • Iluminação que favoreça os produtos e torne o ambiente agradável
  • Organização, tanto nos produtos quanto nos corredores, garantindo que o fluxo de pessoas seja facilitado e que os produtos sejam facilmente encontrados
  • Temperatura ambiente confortável
  • Limpeza 
  • Som ambiente agradável e convidativo
  • Facilidade de acesso 
  • Segurança

Como você pode ver, em nenhum momento aqui nós citamos os preços ou o mix de produtos. Neste primeiro tópico estamos apenas focando no ambiente “geral” da sua loja.

Agora sim, podemos seguir para o próximo ponto. 

2. Garanta que os preços sejam facilmente encontrados – e, é claro, estejam certos!

É muito comum que as pessoas desistam de comprar um produto simplesmente porque não encontram o preço dele. Isso faz com que o ticket médio das compras seja mais baixo e, também, sejam diminuídas as compras por impulso.

Caso seja um produto que a pessoa queira MUITO comprar, ela até pode ir até o caixa para perguntar o valor. Porém, se é uma mercadoria que ela levaria por impulso, quando o preço não está visível, a chance da desistência da compra é muito maior.

Entretanto, tão ruim quanto ou até pior do que não ter o preço na prateleira é quando o preço do produto está errado. Esse erro causa frustrações no seu cliente e, possivelmente, é algo que ele lembrará no futuro.

Por isso, evite ao máximo esse erro no seu ponto de venda. Garanta que os preços das mercadorias sejam sempre facilmente encontrados e estejam certos.

3. Tenha uma equipe bem treinada e proativa

Outro ponto importante que faz com que o seu supermercado destaque-se dos demais e tenha mais sucesso no ponto de vendas está relacionado com a sua equipe. Isso mesmo! 

Um bom time, bem treinado, proativo e que veste a camisa da empresa faz toda a diferença. São esses os profissionais que representam a sua marca e fazem o contato direto com os clientes.

Por isso, garanta que você tenha bons colaboradores trabalhando na sua loja. O bom atendimento é um diferencial e, além do mais, pode auxiliar até mesmo na hora de aumentar o valor das vendas.

Por exemplo: o operador de caixa que sugere produtos extras para serem comprados e estimula o consumidor a cadastrar-se no clube de descontos da loja. Ele está ajudando a melhorar os resultados do seu varejo e, ao mesmo tempo, garantindo mais valor ao seu ponto de venda.

4. Ofereça um bom mix de produtos 

Impossível falar de aumentar as vendas no seu PDV e não citar o mix de produtos. Afinal, as pessoas que vão até a sua loja desejam encontrar boas mercadorias para abastecer a sua casa e/ou negócio.

Entretanto, oferecer um bom mix de produtos é algo altamente subjetivo. Afinal, cada supermercado tem um público-alvo e perfil de clientes específico. Por isso, para garantir um bom mix de produtos no seu ponto de venda, é essencial que você conheça muito bem os seus clientes e saiba:

  • Quem são eles
  • O que eles desejam;
  • Quais os produtos que costumam adquirir;
  • E, mais do que isso, o que você pode oferecer para surpreendê-los.

Para ter todo esse conhecimento de público, nada melhor do que contar com uma plataforma de Gestão de Clientes completa, como é o caso do CBM da Mercafacil. A ferramenta te auxilia a conhecer melhor cada um dos seus clientes de acordo com suas singularidades. 

Dessa forma, você passa a oferecer o mix de produtos certo para as pessoas certas. A assertividade da sua loja aumenta, a experiência de compras do seu cliente é mais positiva e a fidelização dos seus consumidores mais certa.

– Veja mais em 5 dicas para escolher o melhor mix de produtos para sua loja.

5. Utilize bem os “hot points” (como a frente de caixa, por exemplo) para aumentar suas vendas 

Outra boa dica para você aumentar suas vendas no PDV é saber como utilizar bem os “hot poits”, traduzidos como “pontos quentes”. Eles são os locais estratégicos de uma loja e normalmente ficam posicionados perto das entradas do estabelecimento ou próximos aos caixas.

Normalmente, esses pontos estratégicos são conhecidos por gerar compras por impulso, uma vez que os produtos estão em destaque, com o preço bem visível e de fácil acesso ao cliente.

Uma boa dica é apostar em geladeiras bem abastecidas perto dos caixas, tanto na entrada quanto na saída da loja, por exemplo. Essa ação faz com que haja a compra por impulso imediato, afinal, o cliente sabe que ao comprar este produto, irá beber algo gelado em questão de minutos.

Lembre-se de que a localização dos produtos é um atributo que influencia diretamente nas vendas. Por isso, na hora de organizar a sua loja, leve isso em consideração.

Entretanto, para saber como distribuir os diversos tipos de artigos na sua loja, voltamos a um tópico que já citamos anteriormente: a necessidade de conhecer o consumidor que frequenta a sua loja. Afinal, somente assim você entenderá a melhor forma de fazer um bom layout e distribuição de mercadorias de acordo com o gosto do seu cliente. 

6. Elabore uma boa comunicação no PDV

É essencial que os seus clientes não sintam-se perdidos no seu ponto de venda. Por esse – e tantos outros motivos, – é importante você elaborar uma boa comunicação visual no PDV.

Além de ajudar as pessoas a não se perderem pela loja, a comunicação visual bem feita auxilia a:

  • Mostrar para os consumidores onde fica o corredor de cada sessão;
  • Exibir as principais ofertas em destaque da sua loja;
  • Alertar sobre cuidados com a segurança, principalmente em tempos de distanciamento social;
  • Mostrar quais são as campanhas vigentes da sua loja;
  • Revelar quais são os produtos que acabaram de chegar, entre outros.

São diversas as formas de você apostar em uma boa comunicação visual no seu ponto de loja. É possível usar displays, cartazes, etiquetas atrativas e em formatos diferentes (como em “splash” para dar mais destaque, embalagens chamativas, entre outros.

Entretanto, sejam quais forem as formas escolhidas para você fazer essa comunicação visual, lembre-se de optar por fontes que sejam entendidas facilmente, com cores que destaquem-se do plano de fundo e, se possível, em tamanho grande.

Também, caso o objetivo seja divulgar ofertas, aposte em expressões já populares e que despertam interesse e curiosidade no consumidor, por exemplo: 

  • Leve 3, pague 2
  • Compre agora
  • Últimas unidades disponíveis
  • Acima de 3 unidades, cada unidade sai por [inserir um valor mais baixo]. 

Vamos também lembrar que a comunicação visual deve ser padronizada. Assim, evita-se a poluição visual e a sensação de desorganização. Por isso, defina quais serão as cores, as fontes e os formatos de cartazes utilizados com antecedência e siga esse padrão. 

7. Faça uma pesquisa da concorrência e traga boas ideias para o seu ponto de venda

Saber como os seus concorrentes estão atuando no mercado pode ser outro ponto importante para você desenvolver as ações estratégicas no seu ponto de venda.

Mas veja bem, não estamos falando de copiar os outros supermercados, e sim de se inspirar em boas ações feitas pelos seus concorrentes.

Neste cenário, dedique-se para fazer um bom benchmark. Com ele, você pode ter boas ideias a partir de ações feitas pelos seus concorrentes. Elas podem ser um ponto de partida para você desenvolver campanhas ainda melhores no seu PDV. 

8. Conheça seus clientes, analise os dados das suas vendas e transforme esse conhecimento em ações

Por último, mas não menos importante – inclusive, talvez esse seja o ponto mais importante para você aumentar as suas vendas no seu PDV – estamos falando de você conhecer muito bem o seu público.

E, aqui, não estamos falando de achismos. Mas sim de conhecer, estatisticamente, os seus clientes. 

Saber características como: 

  • Idade;
  • Classe social;
  • Frequência de compras;
  • Ticket médio das compras;
  • Produtos preferidos;
  • Endereço em que mora e endereço em que trabalha, entre outros. 

São esses dados que permitem que você personalize o seu PDV e a sua maneira de se comunicar com essas pessoas.

Quer um exemplo para entender melhor a importância desses dados para o seu ponto de venda? Pois bem:

Vamos supor que o seu supermercado fica localizado em frente a um colégio. O que isso significa? Que haverão muitos estudantes por perto. Assim sendo, talvez seja uma excelente ideia você apostar em lanches e comidas prontas logo na entrada da loja.

Outro exemplo pode ser aplicado quando o supermercado é localizado perto de uma academia. É possível que as vendas de isotônicos, barras de proteína e suplementos sejam maiores nesse local. Entendeu?

Entretanto, você só terá certeza de todas essas suposições de uma forma: analisando os dados da sua loja. Por isso contar com a plataforma de Gestão de Clientes da Mercafacil pode ser uma verdadeira mina de ouro para o seu varejo vender mais.

Quer saber mais sobre como podemos te ajudar? Agende agora mesmo uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas e saiba como a Mercafacil vai te oferecer todas as informações e insights que você precisa para montar um ponto de venda impecável.

O seu varejo tem trabalhado de forma assertiva com o envio de SMS? Acredite: esse é um meio de comunicação que pode ser extremamente relevante para atrair, conquistar e fidelizar os clientes do seu supermercado. E já vamos te explicar os motivos para isso.

Brian Long,  CEO e cofundador da Attentive, falou na conferência virtual da National Retail Federation no início de 2021 que a disposição do consumidor em se envolver com as marcas por meio de mensagens de texto cresceu recentemente de 60% para 90%. Além disso, ele ressalta que mais da metade dos entrevistados disseram estar mais interessados ​​em receber mensagens do que há um ano.

Ou seja, o envio de SMS é algo que está sendo bem visto pelos consumidores em geral. Esse, por si só, já poderia ser um bom motivo para você começar a apostar nessa forma de comunicação. Porém, vai muito além disso. 

Mensagem SMS no varejo: comunicação clara, objetiva e assertiva 

As mensagens enviadas via SMS precisam ser curtas – de até 160 caracteres, – claras e com um objetivo muito bem definido.

Além disso, elas são uma forma de comunicação direta da sua marca com o cliente, permitindo que você se conecte com ele de maneira simples, ágil e segura.

Ajudando a tornar a experiência do consumidor mais positiva e completa, o envio de SMS pode ser feito com diversos propósitos, por exemplo:

  • Enviar de cupons de desconto, ofertas exclusivas e personalizadas;
  • Relembrar o seu cliente sobre a sua marca, mantendo a comunicação entre vocês sempre aberta;
  • Incentivar interações do seu cliente com o seu varejo;
  • Enviar pesquisas de satisfação;
  • Informar que algum produto que o seu cliente gosta voltou ao estoque; 
  • Fazer o resgate de clientes inativos
  • Enviar links que levem o seu cliente para os outros canais de comunicação, complementando as estratégias e-mail marketing e redes sociais, entre outros. 

Como você pode perceber, são diversas as formas que as mensagens SMS podem ser utilizadas para alavancar os resultados do seu varejo.

Para complementar, abaixo vamos listar as principais vantagens de apostar nesse meio de comunicação. Acompanhe!

7 motivos para o seu varejo apostar no envio de SMS 

1. Entrega imediata e alta taxa de abertura

Você sabia que, de acordo com dados da Connect Morgul, 90% das pessoas abrem todas as mensagens recebidas em seus celulares em no máximo 3 minutos após recebê-las? 

Além disso, as taxas de abertura das mensagens SMS chegam a 98%, o que ajuda a fazer com que esse meio de comunicação seja altamente efetivo quando você deseja se conectar de forma ágil e assertiva com o seu consumidor. 

Ao fazer um envio de SMS, as chances de você conseguir a atenção do seu cliente é grande. Por isso, aposte em um conteúdo que realmente valha a pena para não saturar a comunicação por este canal.

– Você também pode se interessar por: 7 dicas para usar SMS no varejo e aumentar suas vendas

2. Não precisa de internet para ser recebida 

Diferentemente de vários outros canais de comunicação – como as redes sociais, e-mail e o WhatsApp, por exemplo, – não é necessário que o cliente esteja conectado à rede de internet para receber o SMS enviado pela sua marca.

Isso faz com que esse seja um canal de comunicação de grande alcance e menores barreiras.

3. A mensagem SMS no varejo é totalmente rastreável 

Outro ponto extremamente positivo de apostar no envio de SMS é que as mensagens enviadas são totalmente rastreáveis. Ou seja: você consegue saber exatamente quem são as pessoas que abriram as mensagens e, a partir delas, tomaram a ação que você sugeriu no corpo da SMS.

Seja para baixar um encarte, visitar a loja mais próxima para aproveitar uma promoção ou responder uma pesquisa de satisfação: não importa. Você sempre conseguirá medir e rastrear os resultados do envio do SMS e, a partir disso, desenvolver outras ações de impacto para o seu varejo.

Exemplos de campanha via SMS

1. Você pode segmentar a sua base de clientes e mandar uma SMS apenas para aqueles que estão há mais de um mês sem ir até a sua loja. Nessa mensagem, você envia ofertas exclusivas para o CPF dessa pessoa. Se ela for até a sua loja nos próximos dias, isso significa que a sua ação de envio de SMS funcionou.

2. Está chegando o final de semana? Que tal segmentar a sua base de clientes e selecionar os consumidores que costumam adquirir carne e cerveja para aproveitar os dias de descanso? Você pode enviar uma SMS para eles com ofertas exclusivas e convidando-os para irem até a loja mais próxima para aproveitar!

3. Além das ofertas exclusivas, você também pode utilizar a SMS para enviar links para os seus clientes baixarem os encartes e tabloides da sua marca. Isso tudo será metrificável e você terá como saber quais dos consumidores fizeram o download do material.

Esses são apenas três exemplos de como o envio de SMS pode ser facilmente rastreado pelo seu varejo. Depois disso, cabe a você saber como utilizar esses dados a favor do seu negócio.

4. Não há a necessidade de uma equipe especializada para fazer o envio de SMS no varejo

É importante, sim, que o envio de SMS seja feito por pessoas que entendam bem esse meio de comunicação. Entretanto, não é necessário contar com toda uma equipe para desenvolver o conteúdo nesse canal.

É possível que as mesmas pessoas que cuidam das demais demandas de marketing – como as redes sociais, por exemplo, – consigam absorver essa demanda sem que ela sobrecarregue o time.

5. Leva o cliente para outros canais

O SMS é um excelente canal de comunicação para levar o seu consumidor para outros canais. Para isso, basta você adicionar um link no final da mensagem que leve o cliente para onde você deseja.

Você pode direcioná-lo para uma postagem em sua rede social, para o download do aplicativo do seu supermercado ou de um encarte, para o seu site, para uma pesquisa de satisfação, entre outros. 

Existem momentos em que o SMS é a “comunicação final”, ou seja, na própria mensagem você já escreve tudo o que deseja. Porém, lembre-se de que ela pode funcionar muito bem como uma “ponte” para levar o cliente para esses outros canais que citamos acima. 

6. Acompanha a tendência: diminuem as ligações, aumentam as mensagens

Você já deve ter recusado algumas ligações de números anônimos, desconhecidos e/ou indesejados nos últimos tempos, certo? O envio de SMS é algo que evita essa situação incômoda na hora de se comunicar com o seu cliente. 

Diferentemente das ligações indesejadas, as mensagens de texto, quando enviadas de maneira pessoal, cuidadosa e assertiva, ajudam a criar um ambiente seguro e agradável de interação e comunicação com o cliente. Isso tudo faz parte da experiência positiva que você gera no seu consumidor. 

7. O envio de SMS ajuda a atrai e a fidelizar clientes

Por fim, mas não menos importante, vale destacar que o envio de SMS pode te ajudar na hora de atrair e de fidelizar os seus clientes.

Esse é um excelente canal tanto para você manter seus consumidores atualizados sobre as suas campanhas de promoções em datas comemorativas importantes (como Dia das Mães, Black Friday, Natal, entre outros), quanto para ações mais rotineiras, exclusivas e segmentadas. 

Lembre-se de que é importante que os clientes tenham uma boa experiência ao se comunicarem com a sua loja via SMS. Mais do que isso, eles devem ter vontade de se cadastrar para receber suas mensagens e, também, comentar com seus familiares/amigos sobre isso. 

Se você envia promoções exclusivas via SMS, a chance dos clientes se interessarem e passarem essa dica para seu círculo social é muito grande. Por isso, garanta que você está utilizando bem o envio de SMS no seu varejo.

Pois bem… Gostou de saber um pouco mais sobre como fazer o envio de SMS no varejo? Ficou com alguma dúvida no assunto ou não sabe como começar a aplicar essa estratégia nos seus negócios?

Então aproveite e agende agora mesmo uma reunião gratuita com um dos nossos especialistas e saiba como a Mercafacil pode te ajudar a transformar o envio de SMS em uma poderosa estratégia de marketing para o seu supermercado.

O setor de frutas, legumes e verduras (FLV) do supermercado é, em grande parte dos casos, o mais rentável da loja. Mas afinal, como montar uma sessão completa e que atraia os clientes? Além disso, o que não pode faltar em um hortifrúti?

Inclusive, de acordo com informações da Hortifruti Brasil, o hortifruti pode ser responsável por 10% a 20% do faturamento de um supermercado de varejo. Por isso, montar um hortifrúti atraente pode fazer toda a diferença para melhorar os resultados da sua loja.

Assim sendo, é para te ajudar nessa missão que preparamos este texto. Dessa forma, acompanhe e inspire-se para montar um hortifrúti impecável para o seu varejo.

O que não pode faltar em um hortifrúti? Anote a lista: 

Primeiramente, antes de seguir para a lista de FLV que deve fazer parte do seu mix de produtos, vamos ressaltar um ponto de extrema importância (e que exploraremos de forma mais completa ao final do texto): o Brasil é um país extremamente grande e conta com muitos regionalismos e sazonalidades ao longo do ano.

Dito isso, ao citar o que não pode faltar em um hortifrúti, selecionamos aqueles alimentos que consideramos importantes para garantir que o seu setor promova uma experiência mais positiva e completa aos seus consumidores. Entretanto, esses insumos mudam de acordo com a época do ano e, também, com a localização da sua loja. Ok? 

O que não pode faltar em um hortifrúti: frutas

  • Abacate;
  • Abacaxi;
  • Ameixa;
  • Banana;
  • Caqui;
  • Coco;
  • Goiaba;
  • Kiwi;
  • Laranja;
  • Limão (tahiti, sisciliano);
  • Maçã;
  • Mamão;
  • Manga;
  • Maracujá;
  • Melancia;
  • Mexerica (bergamota);
  • Melão;
  • Morango;
  • Pera;
  • Pêssego.
  • Uva.

O que não pode faltar em um hortifrúti: legumes

Bulbos: 

  • Alho;
  • Cebola.

Frutos variados: 

  • Abóbora
  • Abobrinha;
  • Berinjela;
  • Chuchu;
  • Ervilha;
  • Jiló;
  • Milho;
  • Pepino e pepino japonês;
  • Quiabo;
  • Tomate.

Raízes e tubérculos: 

  • Batatas (inglesa, doce e salsa), 
  • Beterraba;
  • Cenoura;
  • Gengibre;
  • Inhame;
  • Mandioca.

O que não pode faltar em um hortifrúti: verduras

  • Acelga;
  • Agrião;
  • Alcachofra;
  • Alfaces variados;
  • Brócolis;
  • Coentro;
  • Couve;
  • Couve-flor;
  • Espinafre;
  • Mostarda
  • Repolho;
  • Rúcula.

6. dicas para aumentar as vendas do setor de hortifrúti

Pois bem, além de saber o que não pode faltar em um hortifrúti, também vamos te ajudar a aumentar o faturamento no setor. Confira nossas dicas:

1. Faça um dia da semana com ofertas dedicadas ao setor

Que tal dedicar um dia da semana para fazer campanhas e ofertas no departamento? É possível criar a “Terça do Hortifruti” ou “Quarta Verde”, por exemplo.

Neste tipo de ação, é possível:

  • Abaixar o preço de todos os produtos do setor;
  • Selecionar os insumos que estarão mais baratos no dia;
  • Fazer ofertas exclusivas para os clientes que fazem parte do seu Clube de Descontos, estimulando mais consumidores a se cadastrarem.

2. Aposte em produtos sempre frescos

Além de saber muito bem o que não pode faltar em um hortifrúti, é essencial garantir que o setor esteja sempre muito bem abastecido, com produtos frescos, organizados e limpos.

Assim sendo, use as cores dos legumes, frutas e verduras a seu favor, criando um ambiente colorido e atrativo para os clientes. Além disso, não hesite em designar alguém da sua equipe para garantir que o hortifrúti esteja sempre apresentável. Ou seja: sem alimentos no chão ou amassados.

– Você também pode se interessar por: Prevenção de perdas no hortifrúti: 7 dicas valiosas para seu varejo

3. Faça cross selling e comercialize produtos complementares

Fazer ações de cross selling no seu hortifrúti pode trazer muitos benefícios para a sua loja.

De acordo com Leandro Rosadas, especialista em supermercados, “se você implementar esses cross dentro do seu hortifrúti, você vai aumentar as vendas em no mínimo 10%”.

Alguns dos exemplos são:

  • Limão, açúcar e cachaça;
  • Banana, mel e aveia;
  • Morango com creme de leite ou leite condensado;
  • Ralador perto dos legumes;
  • Azeite e vinagre perto das verduras;
  • Tempero próximo dos legumes;
  • Queijo pecorino, azeite e alho poró;
  • Abridor de coco perto do coco;
  • Socador de alho junto com o alho;
  • Vodka com kiwi ou outras frutas;
  • Abacaxi com hortelã.

– Complemente a leitura com o nosso artigo: 6 dicas para usar o cross selling no varejo e aumentar suas vendas

4. Foque na regionalidade e nos produtos da época

O Brasil é um país muito grande e é possível observar muitas diferenças e particularidades na alimentação de acordo com a época do ano e região em que fica a sua loja. Por isso, quando falamos sobre o que não pode faltar em um hortifrúti, dê atenção para este fato.

Exemplo real: pinhão na região sul 

Nas épocas mais frias do ano, é comum que o pinhão, por exemplo, faça muito sucesso na região sul e passe a ser procurado pelos consumidores quando eles vão ao mercado.

Assim sendo, se a sua loja fica localizada em lugares em que o pinhão faz sucesso, é importante encontrar formas de comercializá-lo. Além disso, que tal mostrar em suas redes sociais que você já conta com o produto em sua loja? Aliás, você pode sugerir receitas com esta iguaria e/ou perguntar a forma a qual os seus seguidores preferem consumir o pinhão. 

Entretanto, vale lembrar que o pinhão é apenas um exemplo de um alimento sazonal e regional que pode ajudar a deixar o seu mix de produtos mais rico. Dessa forma, fique sempre atento à essas possibilidades para trazer novos consumidores para a sua loja e, também, ajudar a fidelizar aqueles que já são fiéis.

5. Reaproveite alimentos e transforme-os em outros produtos 

Em seu podcast, Leandro Rosadas, dá a dica de reaproveitar o tomate e transformá-lo em tomate seco. Mas, além do tomate, é possível aproveitar diversas frutas e, também, transformá-las em geleia ou em suco.

Isso faz com que, além de você evitar a perda de produtos, ainda gere valor para a sua marca e crie novos produtos artesanais do seu supermercado. Incrível, não é mesmo?

6. Divulgue, divulgue, divulgue! 

Ademais, agora que você já sabe o que não pode faltar em um hortifrúti, é importante mostrar esse conhecimento para os seus clientes. Neste cenário, algumas ações que você pode fazer são:

  • Usar as redes sociais para mostrar o quão frescos são os seus produtos. Tire fotos e faça stories que exibam o cuidado da sua loja com o FLV e sempre ressalta as ofertas do dia;
  • Desenvolva postagens com receitas que utilizem esses alimentos e, também, falem sobre os benefícios deles para a saúde
  • Faça campanhas segmentadas e exclusivas para clientes que costumam comprar insumos do setor, convidando-os para aproveitar as ofertas do seu supermercado;
  • Coloque alguns itens estratégicos com descontos especiais para quem faz parte do Clube de Descontos. 

Pois bem, agora você já sabe muito bem o que não pode faltar em um hortifrúti, certo? Além disso, aprendeu várias dicas para garantir que as suas vendas neste setor aumentem. Por fim, se deseja melhorar ainda mais os seus resultados, conheça as soluções da Mercafacil e tenha mais sucesso na hora de atrair, conquistar e fidelizar seus clientes.

Chega um momento em que parece que o seu varejo já está funcionando em sua máxima potência. Então, abrir uma nova loja surge como uma opção para expandir a sua marca, torná-la mais conhecida e, é claro, aumentar o seu faturamento.

Pois bem, será que esse é um bom caminho para você seguir agora? Seu negócio já está dando sinais de que é hora de dar esse passo e abrir uma nova loja da sua marca?

É isso o que vamos te mostrar hoje! Preparamos algumas dicas que podem te ajudar a tomar essa decisão de maneira mais certeira. Acompanhe. 

É hora de abrir uma nova loja? Confira 8 dicas para ter certeza de que este momento chegou

1. A primeira loja já está atingindo R$ 2.500/m² por mês

De acordo com Leandro Rosadas, especialista em supermercados, quando você passa a vender R$2500 por metro quadrado da sua loja, de forma constante, é possível começar a planejar uma nova unidade da sua marca.

Afinal, esse número significa que você está fazendo um bom negócio ao gerir a sua loja e, mais do que isso, está aproveitando financeiramente o potencial dela.

Caso ainda não tenha chego neste ponto, confira 5 dicas para alcançar os R$ 2.500/m² no seu supermercado e ter mais sucesso na hora de expandir o seu varejo.

2. A primeira loja está com bons índices de fidelização e satisfação dos clientes 

Verificar os valores citados no tópico anterior é essencial. Porém, mais do que isso, é muito importante você saber como está o seu relacionamento com os clientes.

Assim sendo, caso você já tenha uma ferramenta de gestão de clientes, analise dados como:

  • Quantidade de itens que são adquiridos e ticket médio das compras
  • Frequência a qual o cliente vai até a sua loja
  • Número de clientes ativos (e inativos) no seu clube de descontos. Ps: esse dado te dará maior noção para compreender se você está fazendo um bom papel na hora de fidelizar seus clientes
  • Perfil do seu público (classe social, endereço em que moram, idade, entre outros)

Analisar friamente esses índices é um fator muito importante na hora de decidir se é hora de abrir uma nova loja. 

Caso eles estejam abaixo do esperado, trabalhe para deixá-los mais positivos. Entretanto, caso eles estejam de acordo com o que você deseja e espera para o seu supermercado, utilize-os para se basear sobre a abertura da nova loja. 

Com essas informações, você terá embasamento numérico para escolher onde abrir a nova loja e, também, qual público deseja alcançar. Mais do que isso: saberá que está fazendo um bom negócio na sua primeira loja e que está pronto para passar esse bom trabalho adiante.

Lembre-se de que o que garantirá o sucesso do seu supermercado é a satisfação dos seus clientes. Por isso, antes de abrir uma nova loja, garanta que os seus consumidores atuais estejam satisfeitos com a sua loja.

Não hesite em fazer pesquisas de satisfação frequentes para medir a satisfação dos seus clientes e, é claro, analisar os dados de consumo deles. 

3. Você tem orçamento o suficiente para isso

Outro ponto fundamental a se pensar na hora de abrir uma nova loja é verificar se você tem um orçamento disponível para ser investido neste negócio. Também de acordo com Leandro Rosadas, que já citamos anteriormente, abrir um supermercado do zero custa em média R$ 3.000 por m² de área de venda.

Destes R$3.000:

  • R$1.250 por m² são dedicados para equipamento e infraestrutura
  • R$1.750 por m², são utilizados para compra de mercadorias.

Faça as suas contas e verifique se você tem como bancar essa quantia sem que isso se torne um peso para você.

Dica extra!

Ainda seguindo as dicas de Rosadas, caso você decida abrir uma nova loja, inicie pelo hortifruti. Segundo ele, com R$20mil, você consegue abrir um hortifrúti. Dessa quantia, R$2 mil são investidos nas bancas de palete e de R$13mil a R$15 mil com mercadorias para abastecer a loja.

Esse é um setor de alto giro e pode ser importante para te auxiliar a ter um fluxo de caixa saudável para o seu negócio. Além disso, um bom hortifruti, bem organizado e com produtos sempre frescos, chama a atenção do público de forma positiva. 

4. Você tem bons motivos (metrificáveis) para abrir uma nova loja 

Aqui não estamos falando de achismos. Seus bons motivos para abrir uma nova loja devem ser possíveis de serem medidos. Assim sendo, identifique o que faz o seu varejo ter sucesso. Mais do que isso, avalie se esse sucesso é apenas sazonal ou se é constante.

Depois de descobrir os fatores do seu sucesso, analise como você pode replicá-los em uma nova unidade. Afinal, é possível reproduzir esses fatores em outro local?

Para isso, pode ser muito importante você ter uma plataforma completa de Gestão de Clientes que te mostre, de forma precisa, clara e objetiva sobre o comportamento de compra dos seus consumidores.

Assim, você poderá identificar o que faz os clientes optarem pela sua loja frente à concorrência. Também, terá informações sobre o que precisa ser melhorado para a sua nova unidade que está para ser aberta.

5. Você já estudou a região em que irá abrir uma nova loja

Agora que você já conhece muito bem os seus clientes, tem um orçamento adequado para abrir uma nova loja e sabe quais são os motivos do seu sucesso, é hora de estudar e conhecer a região ao redor do novo empreendimento.

E por estudar a região, nós queremos dizer: 

  • Conhecer os concorrentes que ali atuam e, também, saber quais são os supermercados preferidos das pessoas que moram e/ou trabalham por perto. 
  • Verificar se o mix de produtos, o merchandising e a estratégia de marketing da primeira loja funcionarão com a composição demográfica do novo local
  • Saber se a economia da região está crescendo de forma rápida, está estável ou em declínio
  • Identificar se será possível compartilhar as ações de marketing da primeira loja ou se é necessário desenvolver uma estratégia de marketing independente para o novo local, entre outros. 

Além disso, verifique se há grande movimentação de pessoas por perto e se existe fácil acesso à loja. Também, não hesite em conversar com outros empreendedores locais para compreender como é a dinâmica e os hábitos de quem frequenta a região.

É possível que você atraia novos clientes para esses outros comércios. Então, estabelecer uma relação amigável e de parceria com os donos de negócios do entorno da sua nova loja pode ser algo positivo tanto para você quanto para eles. 

6. Seu supermercado funciona sem a sua presença

Ao abrir uma nova loja de supermercado, será impossível você estar presente nas duas ao mesmo tempo. Por isso é essencial verificar se o seu negócio funciona perfeitamente sem a sua presença no local. E isso nos leva ao próximo tópico…

7. Você tem uma equipe engajada 

Se você não está presente na sua loja, a sua equipe precisa fazer um trabalho impecável para que a sua falta não seja sentida.

Por isso, outro ponto importante para você abrir uma nova loja de supermercado é contar com um time engajado, que já conhece a sua marca e se destaca na hora de oferecer um bom atendimento aos clientes.

Por mais que esses profissionais não sejam alocados para a nova loja, eles devem mostrar-se engajados ao projeto e comentar sobre ele com os clientes. Na hora do caixa, por exemplo, é possível falar ao consumidor algo como:

“Ficou sabendo que vamos abrir uma loja nova ali na [nome do bairro região]? Então quando você tiver passando por ali, aproveite para conhecer o nosso novo endereço!”

E, é claro, na hora de contratar novos profissionais para integrarem o time da nova loja, ofereça bons treinamentos para eles. O seu objetivo é oferecer um serviço tão bom quanto o da sua primeira loja.

8. Está disposto a oferecer experiências ainda melhores e mais completas ao seus clientes

Como sempre falamos por aqui no nosso blog: o principal foco do seu supermercado deve ser sempre oferecer uma experiência positiva ao seu cliente. Ao abrir uma nova loja, esse lema deve ser mantido.

Por isso, se você concorda com todos os tópicos anteriores e, ainda, está disposto a oferecer uma experiência completa e diferenciada para o seu consumidor, talvez seja hora de considerar a abertura de uma nova loja.

Lembre-se de que essa é uma oportunidade para você:

  • Oferecer mais comodidade e praticidade aos seus clientes – afinal, eles terão mais um lugar para fazer compras
  • Aumentar a sua credibilidade e a autoridade da sua marca
  • Atrair novos consumidores para o seu negócio
  • Ter um mix de produtos mais variado, e muito mais!

Com certeza é uma jornada de muita dedicação e esforço. Porém, com os riscos calculados e muito foco na execução do seu plano, as chances de sucesso são grandes.

Por fim, mas não menos importante, na hora de abrir uma nova loja, conte com a Mercafacil para te ajudar a conhecer melhor o hábito de compra dos seus clientes, oferecer um clube de descontos exclusivo para eles e, é claro, aumentar o seu faturamento. Vamos juntos?

Você já deve estar cansado de saber o quanto é importante fazer ações para fidelizar os seus clientes, certo? Mas, já parou para pensar em como fazer para reconquistar um cliente antigo? Ou seja, aquele consumidor que costumava comprar na sua loja mas que, por algum motivo, deixou de consumir do seu varejo?

Desenvolver ações voltadas exclusivamente para esse público pode trazer muitos benefícios para o seu varejo. E estamos falando desde vantagens financeiras para a sua loja, afinal, reativar e reconquistar um cliente é de 5 a 7 vezes mais barato do que conquistar um novo, até vantagens para o próprio consumidor, que relembra o motivo de já ter sido seu cliente.

Primeiramente, lembre-se de que se essa pessoa já comprou anteriormente da sua loja é porque, de alguma forma, você conseguiu atrai-la e e mostrar o valor da sua marca. Agora, o desafio é:

  • Identificar os clientes inativos e compreender o motivo que fez com que eles deixassem de comprar do seu supermercado (ou os motivos);
  • Reestabelecer uma comunicação positiva com este consumidor;
  • Trazer ele para perto, desenvolvendo ações segmentadas e assertivas que façam com que ele volte a ser seu cliente;
  • Oferecer uma experiência de compras completa e positiva;
  • Ter um excelente pós-vendas e, assim, reconquistar um cliente antigo, tornando-o um consumidor fiel da sua marca.

7 dicas para ter sucesso na hora de reconquistar um cliente antigo

1. Identifique quem são os clientes inativos

O primeiro passo para reconquistar um cliente antigo é identificá-lo. E, por isso, pode ser extremamente importante contar com uma plataforma completa de Gestão de Clientes que te auxilie nessa missão. 

Com a plataforma da Mercafacil, por exemplo, você consegue identificar perfeitamente quem são os clientes antigos que deixaram de comprar na sua loja. Eles estão sinalizados em vermelho, enquanto os círculos verdes representam os clientes ativos. Confira: 

Exemplo real da plataforma da Mercafacil exibindo os clientes ativos e os inativos na região próxima ao supermercado
Exemplo real da plataforma da Mercafacil exibindo os clientes ativos e os inativos na região próxima ao supermercado

Assim, sabendo quem são os clientes inativos que você precisa reconquistar, é hora de fazer um plano de ação assertivo, que fale diretamente com cada uma dessas pessoas. Lembre-se de mostrar para elas o quanto elas são importantes para o seu varejo. É essencial que elas sintam-se especiais na hora de se comunicar com elas. E como fazer isso? 

  • Chamando a pessoa pelo primeiro nome;
  • Enviando ofertas exclusivas e personalizadas de acordo com o CPF de cada cliente;
  • Escutando o que os consumidores têm a dizer e, mais do que isso, levar em consideração as opiniões e sugestões deles, tentando colocá-las em prática;
  • Ter um canal de comunicação aberto, estimulando a troca de informações e de ideias, entre outros. 

Mas não se preocupe, abaixo nós vamos explorar mais esses tópicos.

2. Entenda quais são os motivos que fizeram com que esses clientes parassem de comprar na sua loja

Outro ponto importante para reconquistar um cliente antigo é compreender o que fez ele parar de comprar na sua loja. Engana-se quem pensa que o preço é o único (e o mais importante) fator que faz com que uma pessoa pare de fazer compras de uma loja.

Portanto, foque em outros fatores relevantes que podem ser essenciais para compreender o comportamento do seu consumidor.

Ademais, lembre-se de que o mercado hoje é extremamente competitivo e, por vezes, um pequeno “escorregão” da sua parte pode resultar na perda de clientes. Além disso, ações bem feitas pelos seus concorrentes também podem fazer com que você perca consumidores.

Fatores que podem interferir na hora de você perder um cliente

Dessa forma, para entender os motivos que fizeram aquele cliente parar de comprar na sua loja, lembre-se de analisar alguns fatores, como:

  • Qual é a região em que você mais perdeu consumidores? 
  • Abriu algum supermercado mais próximo a essas pessoas que pararam de comprar na sua loja?
  • Os clientes que pararam de comprar na sua loja moram ou trabalham por perto?
  • Você perdeu clientes que compravam na sua loja porque ela fazia parte de um trajeto trabalho-casa mas que, agora, foi modificado? (Seja devido a pandemia, ou ao consumidor ter trocado de emprego ou de moradia), entre outros.

Por fim, coloque-se no lugar do cliente e questione-se: o que pode ter feito você perder seus consumidores? Será que o seu mix de produtos está adequado? Será que a comunicação com os seus clientes está satisfatória? Você tem feito treinamentos frequentes para o seu time?

Ainda, se você contar com a plataforma da Mercafacil, debruce-se em todos os dados que ela te oferece e olhe, caso a caso, os clientes que foram perdidos em um certo espaço de tempo. Talvez assim você consiga encontrar semelhanças entre essas pessoas e corrigir, de maneira mais assertiva, o problema que fez você perder esses clientes. E é isso o que vamos tratar melhor no próximo tópico.

3. Crie um plano de ação personalizado para reconquistar um cliente antigo

A partir do momento que você sabe muito bem quem é o consumidor que você deseja reconquistar, chegou a hora de você planejar as melhores formas de fazer isso.

Clientes fiéis a uma marca específica 

Vamos supor que, ao analisar os dados que você tem do comportamento dos seus clientes (ou seja, os produtos que ele costumava comprar, a frequência de visitas dele na sua loja, o ticket médio, entre outros), você percebeu que alguns deles pararam de comprar na sua loja quando você modificou o seu mix de produtos e deixou de ter um produto que fazia parte da rotina daquela pessoa.

É comum que pessoas sejam fiéis a algumas marcas específicas e, por isso, quando você não oferece aquele produto exato, elas passem a procurar outros lugares que oferecem esse produto. Porém, além dele, elas aproveitarão para fazer a compra de outras mercadorias nesse outro local. E, com isso, você sai perdendo.

Assim sendo, verifique a possibilidade de voltar a ofertar aquele produto em questão e, mais do que isso, deixe o cliente que você deseja recuperar ciente disso. Você pode mandar uma SMS do tipo:

“[Nome da pessoa], estamos com saudades! Reabastecemos o nosso estoque com [nome do produto] que você adora! Nos faça uma visita e veja essa e outras ofertas que preparamos para você”

Clientes que costumavam consumir, com frequência, produtos de uma categoria específica

Vamos supor que, ao analisar os dados dos clientes que você deseja reconquistar, você percebeu que vários deles costumavam comprar, semanalmente, carne para o final de semana. (Ps: aqui escolhemos falar de carne, mas pode ser qualquer outro setor da sua loja, desde bebidas, passando por hortifruti, produtos de limpeza, entre outros). 

Agora que você já sabe que esse cliente tinha esse hábito, que tal mandar um encarte que traga ofertas do açougue e, também, dicas para preparar um bom churrasco para a família?

Lembre-se sempre de que: se você enviar conteúdos relevantes para o seu cliente e mostrar que você sabe quem ele é e que você tem o que ele procura, as chances de ele voltar a comprar na sua loja são muito maiores.

Entregue o que o seu consumidor deseja e o resultado virá. 

4. Garanta uma experiência positiva para o seu cliente – seja ele ativo ou inativo

O cliente é o maior ativo da sua empresa. Por isso, garanta que a experiência dele, ao ter qualquer tipo de contato com a sua marca, seja positiva. Isso é válido tanto para os seus clientes fiéis quanto para os inativos e, também, deve ser regra para todos os seus canais de comunicação. Assim sendo, seja na sua loja física ou nos canais digitais, o foco da sua marca deve ser sempre oferecer uma experiência positiva para o cliente.

Pensando especificamente no momento de reconquistar um cliente antigo, tenha em mente que será muito mais fácil reconquistar o cliente que tem boas lembranças da sua loja do que aquele que não gostou do atendimento, dos itens adquiridos, da organização do seu supermercado, entre outros.

– Para saber mais sobre o assunto, confira: 5 formas de melhorar a experiência do cliente no varejo

5. Faça pesquisas de satisfação recorrentes

Se um cliente não retorna ao seu estabelecimento é importante identificar o motivo. Por isso, fazer pesquisas de satisfação é algo muito bem-vindo para o seu estabelecimento. Elas são fáceis de serem desenvolvidas e trazem insights reais de quem realmente importa para o seu sucesso: seus clientes.

Você pode fazer alguns tipos de pesquisas, por exemplo:

Pesquisa para os clientes que você deseja recuperar 

Para essas pessoas, faça uma pesquisa sincera, dizendo que você está sentindo falta deste cliente e que gostaria de saber o motivo pelo qual ele não retornou mais à sua loja.

Coloque opções reais, não tenha medo das respostas e, também, lembre-se de deixar um campo aberto na última pergunta, dando espaço para o ex-cliente deixar sua opinião sincera e sugestões.

Por mais que nem sempre sejam opiniões “gostosas” de ler, é melhor um feedback sincero que pode resultar em uma melhoria, do que você nunca saber realmente o que está acontecendo, não é mesmo?

Pesquisa para os clientes ativos

Lembre-se de que todos os clientes são importantes para o seu negócio, tanto os ativos quanto os inativos. Por isso, para evitar perder esses clientes que atualmente compram na sua loja, faça pesquisas de satisfação recorrentes, “medindo a febre” e a opinião deles sobre a sua loja

Dicas extras para fazer as pesquisas de opinião

Caso você tenha um aplicativo do seu supermercado, você pode deixar sempre disponível nele uma pesquisa de opinião para os clientes. Além disso, você pode também enviar o link da pesquisa via SMS ou WhatsApp para os seus consumidores.

Também, caso faça atendimento via chat, lembre-se de enviar a pesquisa quando finalizar a conversa.

– Veja mais: Por que é importante fazer pesquisa de satisfação? Nós contamos!

Pesquisas de satisfação

6. Mantenha-se presente e não deixe de fazer contato com o cliente

O relacionamento entre loja e cliente não termina no momento que ele finaliza a compra. Por isso, outro passo importante para reconquistar um cliente antigo é manter o elo entre vocês sempre “ativo”.

Isso pode ser feito tanto pelos canais de comunicação diretos (como WhatsApp, SMS, push de aplicativo), quanto pelos canais gerais, (como site e redes sociais).

O importante é manter-se “vivo” e relevante na cabeça do cliente. Ele deve lembrar da sua loja e saber que, quando for entrar em contato com você, ele terá uma experiência positiva.

Por isso, alimente suas redes sociais, com bastante ênfase no seu Instagram, sempre com um conteúdo rico, que desperte a atenção do seu cliente. Também, ao fazer contato via WhatsApp ou SMS, aposte em mensagens relevantes.

7. Entenda que reconquistar um cliente antigo é uma ação recorrente e constante. É um ciclo. 

A nossa última dica para reconquistar um cliente antigo talvez seja a mais importante de todas. Ela trata sobre a importância de você lidar com essa ação como algo recorrente e que deve estar sempre presente.

Reconquistar os seus clientes deve fazer parte da cultura da sua marca. Afinal, sempre existirão consumidores a serem reconquistados. Assim, cabe a você e a todo o seu time terem isso em mente e, juntos, desenvolverem estratégias assertivas para alcançar esses objetivos com maestria.

Mantenha um monitoramento constante no comportamento de compras dos seus consumidores e analise de perto os dados deles. Assim, quando algo começar a sair dos trilhos, você poderá corrigir mais rapidamente, evitando prejuízos e, é claro, a perda de clientes.

Agora você já sabe como reconquistar um cliente antigo! 

Como você pode perceber, fazer ações assertivas para reconquistar um cliente antigo é algo muito importante para o sucesso do seu supermercado.

Se você ainda não conta com uma plataforma completa que possa te ajudar a colocar em prática essa ação, entre em contato conosco agora mesmo e saiba como a Mercafacil pode te ajudar a mudar essa realidade o quanto antes.

Ps: e se você já é nosso cliente, aproveite para tirar dúvidas sobre como reconquistar um cliente antigo com o seu consultor!

Você sabe como escrever uma notificação push matadora para o seu supermercado? Para isso, essencial ter um ótimo poder de síntese. Afinal, há um limite de caracteres que não pode ser ultrapassado nesta forma de comunicação.

As diferentes plataformas variam entre si sobre o limite de caracteres permitido na hora de escrever uma notificação push. Porém, é sabido que a grande maioria delas têm limites que vão entre os 40 e os 120 caracteres.

Ou seja: é essencial que o varejo que vai enviar uma notificação push para o seu cliente saiba muito bem como utilizar cada um dos caracteres disponíveis. E sabemos que nem sempre é fácil escrever um conteúdo que converte com toda essa limitação.

Ademais, lembre-se que esse é o momento de entregar o máximo valor possível para convencer o seu consumidor a clicar na mensagem. E é isso o que vamos te ajudar a fazer hoje!

Você também pode se interessar por: Como usar as notificações push no varejo de forma eficaz

6 dicas para escrever uma notificação push assertiva para o seu varejo 

1. Saiba quem é o seu cliente e, a partir disso, defina o tom de voz do seu supermercado

Seu supermercado é mais “engraçadinho” e utiliza o humor na comunicação? Ou se trata de um varejo com uma forma de comunicação mais séria e formal?

Para definir isso, é importante você conhecer muito bem os seus clientes e compreender qual é a melhor forma de relacionar-se com eles.

Entretanto, lembre-se de que as notificações push são enviadas exclusivamente via aplicativo. Portanto, é possível supor que as pessoas para as quais você irá escrever uma notificação push são, pelo menos, um pouco antenadas com novidades e dominam a tecnologia.

Neste cenário, que tal brincar um pouco com a chamada? Ou até mesmo colocar alguns emojis? Confira exemplos de como escrever uma notificação push seguindo essa dica: 

Exemplos reais de notificações push enviadas pelos clientes Mercafacil

2. Para saber como escrever uma notificação push, fique atento às notificações que você recebe de outros aplicativos/empresas

Uma excelente forma de aprender a escrever uma notificação push é fazendo um benchmarking. Ou seja: analisando a concorrência.

Aqui não estamos falando necessariamente de analisar a concorrência direta – como aplicativos de supermercado, por exemplo. Mas sim, de observar como outras grandes empresas fazem para escrever uma notificação push vencedora.

Aplicativos como o Ifood, Magazine Luiza, Casas Bahia, Uber e Dafiti, por exemplo, costumam enviar várias notificações dessas ao longo do dia. Observe como eles fazem isso e analise:

  • O horário em que essas mensagens são enviadas;
  • O conteúdo dessas mensagens;
  • A quantidade de notificações pushs que você recebe no dia;
  • A relevância das mensagens, entre outros.

Gostou de algumas notificações recebidas? Então não hesite em salvá-las e pensar em boas formas de adaptá-las para o seu negócio.

Estudar, observar e analisar cases de sucesso nesse sentido pode ser algo relevante para você replicar – à sua maneira, é claro, – no seu negócio.

3. Seja claro e objetivo sobre o que você está oferecendo ao seu cliente

Antes de escrever uma notificação push, lembre-se que é essencial que você transmita ao cliente tudo o que deseja em um pequeno espaço. Por isso é muito importante ser extremamente claro e objetivo. 

O consumidor receberá a notificação e, em questão de segundos, decidirá se irá clicar nela ou se irá apenas ignorá-la. Para isso, uma boa dica é se colocar na posição do seu cliente e tentar entender o que faria você clicar em uma push.

4. Se for pertinente, na hora de escrever uma notificação push, utilize assuntos do momento

O Big Brother Brasil está em alta? Então… Que tal fazer uma push brincando com as palavras “paredão”, “líder”, “eliminado”, entre outros?

Saber como aproveitar os assuntos que são tendência no momento é algo que demonstra grande habilidade para a sua marca e, com certeza, pode chamar muito a atenção dos clientes.

Por exemplo: “E o líder da semana é… O [nome do supermercado! Confira as ofertas exclusivas que preparamos para você”. Essa é uma mensagem que deve ser enviada no dia da prova do Líder do BBB, para fazer sentido para o consumidor. E claro, o BBB é apenas um exemplo!

Afinal, é possível usar a Copa do Mundo, Olimpíadas, acontecimentos grandes como o Oscar, episódios memoráveis de Novelas e/ou séries, músicas do momento, “memes” de internet que viralizaram, entre outros.

Esse cuidado em adaptar a sua comunicação de acordo com a realidade em que vivemos é algo muito positivo para aproximar a sua marca dos clientes e atrair a atenção deles. Além disso, é uma excelente forma de diferenciar o seu supermercado da concorrência. 

5. Indique para o cliente o que você quer que ele faça

Na hora de escrever uma notificação push, lembre-se de concluí-las com uma boa chamada para a ação (call to action – CTA). Ou seja: deixe claro para o cliente o que você quer que ele faça ao receber essa notificação.

Aqui, trouxemos dois exemplos de notificações push utilizadas pelos clientes Mercafacil. Como você pode perceber, a “chamada para a ação” é a de “clicar para conferir o encarte digital”:

Exemplos reais de notificações push enviadas pelos clientes Mercafacil

Novamente, essa é apenas uma forma que você pode usar o CTA da mensagem push. É possível indicar para o cliente outras ações, sempre de acordo com o objetivo do seu contato. Você pode falar para o consumidor:

  • Atualize o aplicativo do supermercado;
  • Finalize a sua compra;
  • Vá até a loja mais próxima;
  • Deixe sua sugestão, entre outros!

Seja qual for o seu CTA escolhido, lembre-se de incentivar o cliente a concluir o seu objetivo. E uma boa dica é: a palavra “agora” costuma ter bastante força no CTA, pois dá a impressão de imediatismo. Ou seja, que o consumidor deve tomar uma ação naquele exato momento.

5. Mande as ofertas de forma clara

As notificações push podem ter várias funções. E uma delas pode estar diretamente relacionada com as ofertas da sua loja. Por isso, ao escrever uma notificação push que tenha esse objetivo, mande as ofertas de maneira clara e objetiva, como você pode ver no exemplo abaixo: 

Exemplos reais de notificações push enviadas pelos clientes Mercafacil

Assim, você passa uma mensagem extremamente clara ao cliente, sem espaço para dúvidas. Se ele interessar-se pelas ofertas enviadas, ele provavelmente clicará na notificação:

Ps: e para acertar em cheio na hora de enviar as ofertas via push aos seus consumidores, lembre-se de fazer de maneira segmentada. Para saber mais, confira quais são as principais vantagens de fazer ações personalizadas de acordo com o CPF dos clientes.

6. Lembre das novidades do dia e fortaleça o relacionamento 

Acima falamos que as notificações push podem ser enviadas para mostrar as ofertas aos clientes. Porém, mais do que isso, elas também não só podem, como devem, ser utilizadas para reforçar o relacionamento com os consumidores e, também, falar sobre as novidades do supermercado.

Se você não sabe como fazer isso, confira exemplos de como os clientes Mercafacil fazem para escrever uma notificação push com esses objetivos de manter o contato sempre em dia:

Exemplos reais de notificações push enviadas pelos clientes Mercafacil

Como você pode perceber, a notificação de “pão quentinho” pode atrair clientes para a loja de maneira rápida. Afinal, quem não gosta de um pão recém saído do forno? 

Além dela, as outras notificações pushs também ajudam a manter o seu supermercado sempre em contato com o cliente e, ao mesmo tempo, informam, de maneira sutil, sobre as novidades do dia. 

Agora você já sabe como escrever uma notificação push matadora para o seu supermercado! 

Como você pode perceber, ter o seu próprio aplicativo e saber como escrever uma notificação push para chamar a atenção do seu cliente é algo muito importante para ser sempre lembrado pelo seu consumidor.

Porém, se você ainda não conta com um aplicativo próprio que possa te ajudar a colocar em prática essa ação, entre em contato conosco agora mesmo e saiba como a Mercafacil pode te ajudar a mudar essa realidade o quanto antes.

Ps: e se você já é nosso cliente, aproveite para tirar dúvidas sobre como escrever uma notificação push com o seu consultor!

A ideia de oferecer ao cliente uma recompensa pela compra está ganhando cada vez mais adeptos. Neste cenário, pensar em formas de oferecer cashback no supermercado pode ser uma ação que, além de destacar a sua loja frente à concorrência, também traz vários outros benefícios. E acredite: estamos falando de benefícios importantes tanto para a sua marca quanto para os seus clientes.

Para saber mais sobre o que é, como funciona e como implementar um sistema de  cashback no supermercado, acompanhe!

Entendendo como funciona o sistema de cashback no supermercado

Podem existir diversas formas de criar um sistema de cashback no supermercado. Na Mercafacil, ele funciona como um sistema de pontos que foca em fidelizar clientes que já fazem parte do Clube de Descontos do seu varejo.

Para implantar o cashback no supermercado, os descontos dos produtos selecionados pelo varejo são aplicados em forma de créditos para o cliente. Assim, o consumidor paga o valor integral do produto e o valor do desconto se transforma em créditos (pontos) para as próximas compras.

Ou seja, o cashback nada mais é do que um desconto futuro para o cliente. Ou seja, ele funciona como um estímulo para o consumidor voltar a comprar na sua loja. E isso, por si só, já é uma enorme vantagem para a sua empresa.

Abaixo vamos aprofundar um pouco mais sobre os grandes benefícios de começar a oferecer  cashback no supermercado. 

Vantagens de implantar o cashback no supermercado

1. Estimular o cliente a voltar à loja

Como citamos brevemente acima, oferecer cashback no supermercado é uma excelente forma de estimular o cliente a voltar a fazer compras na sua loja. Afinal, ele sabe que, ao fazer isso, estará acumulando pontos que, no futuro, se transformarão em desconto.

Ou seja: o cashback é um benefício tangível. Ele vai além da sensação de pertencimento que o seu supermercado oferece ao criar um Clube de Descontos, por exemplo. Por isso, oferecer tanto um Clube de Descontos quanto o benefício do cashback pode ser tão valioso para a sua marca.

Ademais, é importante ressaltar que o cashback e/ou programa de pontos, além de te ajudar a fidelizar os clientes e a garantir uma boa experiência de compra, também pode aumentar a sensação de satisfação ao final da jornada. O cliente sente que fez um “bom negócio” ao ir até o seu supermercado.

2. Ter um diferencial estratégico contra concorrentes

Pois bem: se você oferece cashback no supermercado e o seu concorrente não, você já tem um diferencial quando comparado a ele. Certo? Mas vai muito além disso.

O sistema de pontos/cashback é uma maneira de mostrar, de forma concreta, que você está em constante busca de benefícios para o seu consumidor. Que além do Clube de Descontos exclusivos, que já é algo muito positivo (tanto para você quanto para seu cliente), você também oferece mais essa vantagem de cashback para quem compra com você. 

Agora, vamos analisar outro cenário. Suponhamos que os seus concorrentes já ofereçam cashback no supermercado. Se essa é a sua realidade, esse deve ser um incentivo ainda maior para você lançar um programa mais completo e efetivo do que o deles. Garanta esse diferencial de mercado para o seu negócio! 

3. O programa de cashback no supermercado pode aumentar o ticket médio das compras e as compras por impulso

O programa de cashback também funciona como um excelente incentivo para que os clientes tenham um ticket médio de compras maior e que façam mais compras por impulso. 

Afinal, eles saberão que quanto maior o gasto nas compras, maior será a recompensa. Nesse caso, compras de valor maior geram mais pontos. Esses pontos geram maior desconto futuro. 

4. Estimular o cadastro de mais clientes no seu Clube de Descontos

Só participarão do programa de cashback no supermercado aqueles clientes que são cadastrados na sua loja e fazem parte do Clube de Descontos.

O Clube, por si só, já traz inúmeros benefícios para os clientes. Agora, com o cashback, eles têm mais um grande motivo para fazerem parte do Clube. E lembre-se de divulgar essa novidade!

Tenha sempre em mente que: quanto mais clientes cadastrados no seu Clube, maior é o seu conhecimento sobre o seu público. Com isso, você passa a ter uma maior identificação do faturamento da sua loja e, também, tem maior capacidade para fazer ações segmentadas mais assertivas. 

Como você pode perceber, as ações de cadastramento no Clube e a adesão ao programa de cashback estão 100% relacionadas entre si. E, quando bem feitas, elas influenciam diretamente na sua comunicação e relacionamento com os clientes. 

Quando os consumidores se interessam por esses programas, eles passam a receber ofertas exclusivas, que são do interesse deles e, também, acumulam pontos que se tornam descontos em uma próxima compra. Ou seja, é algo extremamente positivo para eles.

Além disso, a sua loja também sai ganhando, afinal, cria ações com maiores taxas de conversão, passa a fidelizar mais clientes, estimula o aumento de ticket médio das compras e muito mais!

5. Aumentar o fluxo de caixa

Diferentemente dos outros tipos de ofertas (como as promoções do Clube de Descontos, por exemplo), o cashback não é aplicado no momento da compra. Assim sendo, ele aumenta o fluxo de caixa do seu supermercado, sendo positivo para a sua gestão de loja.

6. O cashback no supermercado promove experiências positivas ao cliente

Oferecer uma boa experiência para o seu cliente deve ser sempre o maior foco da sua empresa. E, ao criar um programa de cashback no supermercado, você mostra que está atento a isso.

Ao unir o Clube de Descontos, que é uma ação que traz satisfação momentânea para o cliente (pois oferece os descontos na hora da compra), com o cashback, que traz uma satisfação futura (já que os consumidores estão acumulando pontos para gastar em uma próxima compra), você gera uma sensação mais completa e positiva para o seu consumidor.

Assim, a chance de ele voltar a comprar na sua loja e tornar-se fiel a sua marca são muito maiores.

É hora de implantar a política de cashback no seu supermercado?

Como você pode perceber, utilizar as estratégias de cashback podem fazer toda a diferença para o seu varejo.

Porém, se você ainda não conta com uma ferramenta completa que possa te ajudar a colocar em prática essa ação, entre em contato conosco agora mesmo e saiba como podemos te ajudar a transformar o quanto antes essa realidade.

Ps: e se você já é nosso cliente, aproveite para tirar dúvidas sobre cashback no supermercado com o seu consultor!

É essencial sempre buscar novas estratégias para fazer o seu supermercado crescer. Afinal, somente assim você não ficará para trás. Neste cenário, saber o que é e como utilizar a geolocalização no varejo pode fazer toda a diferença para os resultados do seu comércio. 

Ao acompanhar esse texto, você irá perceber que, ao utilizar de maneira inteligente a geolocalização, tanto você quanto o público (sejam os seus clientes fieis ou aqueles que ainda não conhecem/foram até o seu supermercado) sairão ganhando. Confira!

Para ter sucesso com a geolocalização no varejo, marque sua presença no ambiente digital

A geolocalização funciona como um mapa que mostra a localização das pessoas. E seu uso pode variar de acordo com quem a utiliza. 

Sabe quando você abre o Google e ele indica para você quais são os estabelecimentos próximos? Isso é feito por meio da geolocalização. E, atualmente, isso é extremamente importante. Afinal, mais do que nunca, as pessoas estão preferindo ir aos supermercados de vizinhança e eles estão apresentando maior procura e tendência de crescimento. 

Não importa se é para evitar aglomerações, ajudar o comércio local e/ou passar menos tempo fora de casa. O que importa é que essa é uma realidade. Por isso, é essencial que, quando o público que está ao redor do seu supermercado abra o Google, ele fique ciente disso.

Assim sendo, antes de a gente continuar a explicar como funciona a geolocalização no varejo e a sua importância, é hora de ressaltar algo imprescindível: estar no Google.

Para isso, cadastre a sua loja no Google meu negócio, uma ferramenta gratuita que permite que você seja mais facilmente encontrado no Google. Ali, você pode colocar informações sobre a sua loja (horário de funcionamento, telefone para contato, endereço, entre outros) fotos, cadastrar produtos e ofertas e… É claro, ser visto por um número muito maior de pessoas que buscam por supermercados na região.

O Google, quando bem utilizado, além de entregar ofertas de estabelecimentos próximos de onde o cliente está, permite que o varejista consiga atrair esse consumidor para dentro da loja. Ou seja, é uma maneira muito eficiente de atrair novos clientes. 

Usando a geolocalização sua loja será facilmente encontrada – e você também poderá encontrar e identificar melhor o seu público

Se você chegou até aqui, já compreendeu que estar no Google faz com que o público ao redor da sua loja encontre o seu supermercado facilmente, certo? Mas como fazer o caminho inverso: ou seja, você conhecer e identificar possíveis compradores que estão pela região?

Uma boa sacada é utilizar uma ferramenta completa de Gestão de Clientes, como a da Mercafacil, por exemplo. Com ela, você cria o seu Clube de Descontos exclusivo, cadastra os clientes que fazem compras na sua loja e, assim, identifica seus hábitos de compra.

Porém, mais do que isso, você também passa a ter o endereço dessas pessoas no seu banco de dados. Então, cruzando esses dados e segmentando-os, é possível criar campanhas de grande valor – tanto para o seu varejo, quanto para os clientes.

Pense que você terá, em suas mãos, informações como:

  • Os principais interesses dos seus clientes;
  • Quais produtos eles costumam adquirir;
  • Quanto costumam gastar, entre outros!

Então, da mesma forma que estar online vai permitir que os consumidores encontrem você, tendo uma software de Gestão de Clientes, você também poderá encontrar – e, mais do que isso, compreender, surpreender e conquistar – esses clientes!

Ao utilizar a geolocalização no varejo, você passa a ter uma vantagem competitiva

A geolocalização permite que você tenha uma visão geral da região em que fica o seu supermercado. Assim, você identifica quais são seus clientes ativos naquele local, os prospects e, também, os inativos. Ou seja, que deixaram de comprar na sua loja nos últimos meses e que, provavelmente, estão comprando na concorrência.

geolocalização no varejo
Exemplo real de um cliente utilizando a plataforma Mercafacil mostrando clientes ativos (em verde) e inativos (em vermelho)

Com essas informações, está nas suas mãos desenvolver campanhas segmentadas e assertivas para aquela região. É hora de buscar entender o que fez aqueles clientes não comprarem mais com você e, então, tentar reverter isso.

Por exemplo: com os dados da ferramenta, você percebe que a maioria dos seus clientes está em um raio de 2km e que são poucos os consumidores em um raio de 5km. Ao analisar a região, percebe que tem um concorrente seu lá e talvez seja essa a dificuldade para atrair clientes mais distantes. Esse insight permite que você desenvolva campanhas voltadas para essa região, melhorando os seus resultados.

A geolocalização pode ser um termômetro para mostrar como está o seu relacionamento com o cliente

Pense na seguinte situação:

Você costumava entregar encartes em uma determinada região e observava no seu mapa de clientes que o índice de clientes ativos naquele local era bom. Em determinado mês você decidiu parar de entregar os encartes lá, afinal, acreditava que já tinha clientes fiéis. Como resultado, teve várias marcações de clientes inativos em seu mapa. 

Com essa análise, você pode montar uma estratégia de comunicação e relacionamento mais eficiente. Esses dados indicam que, nesses locais, é preciso pensar em mais ações para manter o seu cliente por perto. 

Geolocalização no varejo: faça campanhas exclusivas de acordo com a localização do cliente

Se fizer sentido para a sua loja, você pode mandar uma SMS e fazer uma promoção exclusiva para clientes que moram em um raio de até 5km do seu supermercado, por exemplo. Basta segmentar essas pessoas e, com isso, fazer a sua ação.

Para as pessoas que moram nessa região próxima, um bom exemplo de campanha é oferecer entrega grátis e/ou express (em até uma hora), por exemplo.

Sabemos que o valor da entrega é algo que pode desestimular os clientes a comprarem por outros canais (sites, aplicativos, televendas, marketplaces, entre outros). Então, pensar em uma forma de fazer essas entregas de forma mais barata e ágil pode ser um diferencial do seu supermercado frente à concorrência. Ademais, é uma forma de manter o seu cliente seguro, em casa, evitando aglomerações na sua loja.

Ainda, lembramos que os “5km” que citamos acima é apenas um exemplo. Afinal, com a ferramenta, além de você conhecer os clientes ativos e inativos, você também verifica os consumidores que moram entre 5km e 10km da sua loja, mais do que 10km, entre outros.

Benefícios de usar a geolocalização no varejo: 

Por fim, selecionamos alguns tópicos que podem fazer com que você compreenda ainda melhor sobre quais são as principais vantagens de utilizar a geolocalização no varejo. Destaque para:

  • Localizar e compreender onde estão seus clientes ativos, inativos e prospects;
  • Ser mais facilmente encontrado pelo público;
  • Obter informações valiosas da região e, com isso, poder desenvolver ações assertivas para atrair ou fidelizar clientes; 
  • Verificar regiões ideais para abrir novos PDVs;
  • Compreender se as pessoas da região costumam comprar do seu varejo e/ou da concorrência; 
  • Verificar onde a sua loja está com desempenho ruim e, então, pensar em ações para conquistar novos clientes nessa região, entre outros!

Pronto para usar a geolocalização no varejo a favor do seu supermercado?

Como você pode perceber, saber como utilizar as estratégias de geolocalização no varejo podem fazer toda a diferença para o seu negócio.

Porém, se você ainda não conta com uma ferramenta completa que te traga todos esses insights, entre em contato conosco agora mesmo e saiba como podemos te ajudar a alavancar os resultados do seu supermercado.

Ps: e se você já é nosso cliente, aproveite para tirar dúvidas sobre o assunto com o seu consultor! Com certeza ele poderá te ajudar a desenvolver excelentes campanhas de geolocalização no varejo!

Se você está em busca de vender mais em maio no seu supermercado, esse texto é para você. Sempre que um novo mês se aproxima, vem com ele a chance de você realizar campanhas relevantes para o seu público e faturar mais.

Em maio, como você poderá acompanhar a seguir, temos excelentes datas comemorativas para o comércio. Dentre eles, destaque para ele: o Dia das Mães.

Ademais, lembre-se de que aproveitar de maneira criativa as celebrações sazonais é algo que diferencia o seu varejo dos dos concorrentes. Ainda, essas ações ajudam a promover o encantamento dos clientes, a atrair novos consumidores e, também, a fidelizar aqueles que já costumam comprar na sua loja.

Ou seja: deixar as datas comemorativas passar em branco é um erro e tanto! E você não quer isso para o seu negócio, certo?

Assim sendo, confira as principais datas para você vender mais em maio, surpreender os seus consumidores e aumentar o sucesso do seu negócio. Boa leitura!

Datas especiais e oportunidades para vender mais em maio

01/05 Dia Mundial do Trabalho

O mês de maio já começa com uma data importante. Logo no dia 1º é comemorado o Dia Mundial do Trabalho. A data cai em um sábado e pode ser uma oportunidade para você fazer ações internas para seus colaboradores e, também, para os seus clientes. Confira nossas sugestões:

Ações para colaboradores

Que tal aproveitar a data para estimular o engajamento da equipe? Ou, então, dar algum kit/brinde/vale compras para os funcionários da sua equipe? Afinal, o seu supermercado está onde está muito devido ao trabalho em conjunto de todos.

Esse tipo de ação auxilia a motivar o time e a aumentar a sensação de satisfação dos colaboradores. Aproveite para parabenizar os profissionais e reforçar o quanto eles são importantes para o seu varejo.

Como não é possível fazer encontros e aglomerações – como um café da manhã para a equipe ou um happy hour, – a solução é buscar novas maneiras de incentivar os profissionais e fazê-los se sentirem felizes ao trabalharem no seu supermercado.

Esse tipo de ação interna pode refletir em uma melhora na sua operação de loja. Por isso, olhe para ela com carinho!

Ações para clientes 

Agora, pensando em vender mais em maio e em agradar os seus clientes, o Dia Mundial do Trabalho pode ser uma boa oportunidade para criar ofertas especiais para eles.

Além de parabenizá-los pelo dia nas suas redes sociais, também use esses canais para reforçar o relacionamento com os seus clientes. Por exemplo: pergunte para eles o que eles vão fazer para aproveitar a data. Também, você pode dar dicas de filmes/séries/leitura/brincadeiras para fazer em casa durante o dia, evitando aglomerações.

Criar um encarte especial para a data, contendo alguma mensagem para os trabalhadores, também é uma boa ideia. Ele pode ser enviado via SMS ou WhatsApp para os seus clientes. Essa ação, além de trabalhar o relacionamento, pode te ajudar a vender mais em maio.

Ademais, se fizer sentido, é possível criar ofertas e ações exclusivas para clientes aproveitarem a data em grande estilo. Que tal verificar quais são os consumidores que costumam comprar carnes, cervejas e demais bebidas alcoólicas e petiscos e criar uma campanha segmentada para eles? As chances de você ter sucesso em uma ação assertiva dessas é muito maior!

09/05 Dia das Mães

Impossível falar de vender mais em maio e não citar o Dia das Mães. A data, considerada por muitos como a principal celebração do primeiro semestre, deve movimentar bastante o seu comércio.

Essa é uma oportunidade para inovar, aproximar-se dos clientes fiéis e, também, conquistar novos consumidores. Algumas ações que você pode fazer para aproveitar essa festa são:

  • Parabenizar todas as mães! Movimente suas redes sociais com campanhas especiais para a data e estimule tanto a participação dos colaboradores quanto dos clientes, para tornar a ação ainda mais real. 
  • Criar uma segmentação de mulheres na sua base de clientes e analisar os produtos mais consumidos. Após isso, você pode criar um encarte especial de Dia das Mães e enviá-lo via push, SMS e/ou WhatsApp
  • Estimular o aumento do ticket médio realizando promoções de produtos que podem vender bem na data. Desde flores, vinhos e demais bebidas alcoólicas, eletrônicos, chocolates, produtos de beleza e decoração, entre outros. Lembre-se de sair do clichê e não oferecer promoções apenas de chocolates, por exemplo. Existem mães de todos os perfis, gostos, idades e preferências. E todas elas devem ser celebradas! 
  • Selecionar produtos para os filhos(as)/companheiros(as) presentearem as mães.
  • Oferecer brindes e sorteios para compras acima de um valor pré determinado. Entre outros!

Ademais, é essencial que você analise o histórico do seu supermercado e confira quais ações foram feitas no ano passado e trouxeram um bom resultado. Além disso, mais do que aumentar as suas vendas, lembre-se do quanto é importante trabalhar o relacionamento nessa data, já que ela é muito ligada à relação e afeto.

– Ps: O Dia das Mães é tão importante que nós preparamos um texto completo só com ações para você fazer no dia. Confira:  Supermercado no Dia das Mães: 9 ideias criativas para vender mais

10/05 Dia do Cozinheiro / Cozinheira 

Logo após o Dia das Mães, é celebrado o Dia do Cozinheiro/Cozinheira. A data celebra  pessoas que se dedicam a fazer maravilhas na cozinha, seja de forma profissional ou informal.

Essa é uma excelente data para você promover o engajamento nas suas redes sociais e até mesmo, quem sabe, vender mais em maio. 

Lembre-se de que durante a pandemia muitas pessoas passaram a cozinhar mais em casa. O consumo de produtos como açúcar de confeiteiro e fermento caseiro, por exemplo, aumentou de maneira exponencial.

Assim sendo, para celebrar o dia em grande estilo, você pode verificar na sua base de clientes quais consumidores adquiriram esses – e demais produtos relacionados à cozinha – nos últimos meses e enviar ofertas exclusivas. 

Além disso, outras ações que podem fazer sucesso nessa data são:

  • Nas suas redes sociais, perguntar aos seus seguidores qual é a melhor receita que eles já comeram e/ou fizeram;
  • Perguntar se eles passaram a cozinhar mais nos últimos tempos e se tornaram “cozinheiros”
  • Convidar algum cozinheiro/a para falar sobre o assunto – seja nas redes sociais ou em algum espaço do seu encarte;
  • Sugerir receitas deliciosas para serem feitas durante a semana. Essas receitas podem ser postadas nas suas redes sociais ou, então, acrescentadas no seu encarte. Entre outros! 

Outra sugestão é postar uma frase agradecendo aos cozinheiros por tudo o que eles fazem por nós. Por exemplo:

“Com você, a vida de todos nós tem mais sabor” ou “Quem cozinha com amor, nunca perde o tempero”.

Então, aproveitar essa postagem sugerindo que os seus seguidores marquem nos comentários o melhor cozinheiro/cozinheira que eles conhecem. Esse tipo de ação pode aumentar o alcance e o engajamento das suas redes sociais.

17/05 Dia Internacional Contra a Homofobia 

Essa é uma data importante para o seu supermercado trabalhar o relacionamento e apoio a causas importantes. Promover ações para o Dia Internacional Contra a Homofobia é uma maneira de tornar sua empresa mais humana e demonstrar preocupação com clientes, colaboradores e a sociedade em geral.

As redes sociais são um bom caminho para se comunicar com os consumidores sobre o tema. Porém, mais importante do que o canal escolhido é você passar uma mensagem valiosa.

Reforce que a sua loja luta pela igualdade, é contra qualquer tipo de preconceito e está sempre de portas abertas para todos os clientes e colaboradores. Você pode sugerir filmes, séries, podcasts e leituras sobre o tema e, também, dar espaço para colaboradores falarem sobre a data, caso seja do interesse deles.

18/05 Dia Nacional do Cocktail 

Voltando às datas mais descontraídas para vender mais em maio, temos o Dia Nacional do Cocktail.

Essa é uma excelente oportunidade para fazer uma campanha segmentada do setor com clientes que costumam consumir produtos do setor de bebidas.

Basta verificar no histórico quais consumidores adquiriram, nos últimos três meses, produtos como vodka, whisky, gin, rum, cachaça, saquê, espumante, xaropes e demais bebidas e enviar, via SMS, ofertas exclusivas para eles! A chance de eles irem até a sua loja para comprar esses produtos é muito maior. Afinal, você já sabe que eles gostam dessas mercadorias.

Um exemplo de SMS a ser enviado pode ser:

“[Primeiro nome], você sabia que hoje é o Dia Nacional do Cocktail? Para comemorar em grande estilo, preparamos ofertas exclusivas para você. [link para as ofertas]”

Além disso, aproveite para: 

  • Estimular o consumo de outros produtos para fazer drinks, como frutas e especiarias, aumentando o ticket médio das compras;
  • Sugerir receitas de cocktails em suas redes sociais e encartes. É possível ensinar a fazer desde uma caipirinha de cachaça “clássica” até drinks mais elaborados;
  • Perguntar para os seus seguidores quais são os cocktails preferidos deles, fazendo uma “batalha” divertida nos seus stories.

22/05 Dia do Abraço 

O Dia do Abraço, comemorado no dia 22/05, pode ser uma oportunidade de fortalecer o relacionamento com os clientes e humanizar a sua marca. Lembre ao público que, apesar de não ser possível abraçar a todos nesse período, você está enviando um “abraço virtual” para todos. E que, mesmo longe, é possível estar perto.

Você pode fazer uma postagem nas suas redes sociais sobre o assunto e, se possível, pensar em ações do tipo:

  • Caso o seu supermercado ofereça serviço de entrega/delivery, incentive o cliente a fazer uma compra de um presente especial e enviar para a pessoa que ele queria abraçar. Por exemplo: 

“Não pode abraçar uma pessoa querida hoje? Então aproveite para enviar um presente especial para ela”.

Essa ação pode te ajudar a aumentar a vender mais em maio e, ainda, deixar uma boa imagem perante ao público. 

28/05 Dia Mundial do Hambúrguer

Quer vender mais em maio? Então aproveite para celebrar o Dia Mundial do Hambúrguer no seu supermercado!

Um dos lanches mais queridinhos do brasileiro, o hambúrguer é extremamente versátil. Além disso, lembre-se daquilo que já citamos anteriormente: as pessoas estão cada vez mais cozinhando em casa. Então, pensar em ações que relacionem o hambúrguer caseiro com o seu supermercado é uma excelente ideia.

Neste cenário, algumas sugestões são: 

  • Divulgar receitas de hambúrguer para fazer em casa e produzir um encarte virtual com todos os ingredientes das receitas;
  • Apostar também nas versões vegetarianas e veganas dos hambúrgueres, já que cada vez mais pessoas se tornam adeptas a esses estilos de vida/alimentação. Descubra produtos que possam substituir os “tradicionais” e envie ofertas para sua base de clientes. Segmente por aqueles clientes que já consumiram algum produto à base vegetal.
  • Colocar os ingredientes e acompanhamentos dos hambúrgueres em oferta no seu clube de descontos para chamar ainda mais atenção dos clientes. Essa ação pode aumentar a taxa de cadastro no Clube e a sensação de satisfação dos clientes.
  • Fazer uma grande promoção em hambúrgueres congelados;
  • No PDV, colocar banners de receitas de hambúrguer próximos ao açougue para estimular os clientes a comprarem.
  • Trabalhar as vendas casadas para aumentar seu ticket médio. Pense em como posicionar produtos complementares ao hambúrguer, como refrigerantes, molhos, pães, queijos e verduras próximos aos principais itens das receitas.

Por fim: aproveite essa data para realizar ações criativas, atrair, cativar, surpreender e fidelizar os seus clientes! 

31/05 Dia Mundial do Combate ao Fumo

O último dia do mês traz uma data de conscientização importante. Estamos falando do Dia Mundial de Combate ao Fumo. Essa é mais uma oportunidade para você posicionar a sua marca e desenvolver ações que estimulem o cuidado com a saúde – tanto dos seus colaboradores quanto dos seus clientes. 

É possível convidar, em suas redes sociais, um médico para falar sobre o assunto e, também, fazer postagens educativas e incentivadoras para parar de fumar. Relembre que a saúde é o nosso maior bem e que seu varejo valoriza muito isso.

Pronto para vender mais em maio?

Com todas essas dicas, o seu supermercado está, com certeza, mais preparado para vender mais em maio, certo?

Lembre-se que pensar em ações mensais para o seu varejo é essencial para garantir o sucesso dele. Assim sendo, se você já deseja saber quais são as principais datas comemorativas de todos os meses do ano, baixe o nosso Calendário Promocional para 2021 e organize-se.

Com ele, além de vender mais em maio, você poderá alavancar seu faturamento durante os 365 dias do ano!

Por fim, se você tem dúvidas sobre como aplicar nossas sugestões de ações na sua loja, entre em contato conosco e saiba como podemos te ajudar a alavancar os resultados do seu supermercado.

Você sabe como aproveitar ao máximo o potencial do supermercado no Dia das Mães? Conhecida como uma excelente data para o varejo, o Dia das Mães é importante tanto para conquistar novos clientes quanto para reforçar o relacionamento com os seus clientes fiéis.

Ademais, vale lembrar que essa é uma data comemorada por praticamente todos os estabelecimentos comerciais do Brasil. Então, o que fazer para garantir que o seu varejo tenha destaque e chame a atenção do público? É isso o que vamos te ajudar a fazer. Acompanhe!

Expectativas para o Supermercado no Dia das Mães 

De acordo com a pesquisa da Fecomércio MG sobre a expectativa de vendas para o primeiro semestre de 2021, para 36,4% dos entrevistados, dentre as datas comemorativas dos primeiros seis meses do ano que têm impacto mais positivo nas vendas, o Dia das Mães ganha de qualquer outro.

Esse é apenas um dado que mostra a importância que essa data pode representar para o varejo em geral. E então, que tal colocar em prática ações que vão movimentar o seu supermercado e surpreender os seus clientes? 

9 dicas para vender mais no supermercado no Dia das Mães

1. Analise o que você fez no ano passado

O que o seu supermercado fez no Dia das Mães no ano passado? Quais foram os produtos mais vendidos? Quais foram os dias de maior movimento (e maior geração de cupons)? Qual foi o ticket médio das compras? Os clientes que fazem parte do seu Clube de Descontos gastaram mais do que aqueles que não são cadastrados?

Fazer uma análise do que passou é uma excelente maneira de planejar os próximos passos. E isto vale para tudo. Inclusive, para planejar melhor o supermercado no Dia das Mães.

Neste cenário, contar com uma ferramenta de gestão de clientes completa pode te ajudar (e muito!) a automatizar e a compreender de maneira clara o seu histórico e os seus clientes. Se você ainda não conta com o auxílio de um software desses, talvez seja a hora de repensar isso. 

Essa tecnologia permite que você tenha dados para planejar as suas ações e possa deixar de lado os “achismos”. Com toda certeza, esses dados, se bem utilizados, irão se transformar em números positivos para o seu varejo.

Por outro lado, se você já tem um bom software de Gestão de Clientes, faça um balanço geral do que passou e analise seus acertos e erros. Pense o que pode ser feito de diferente para surpreender os seus clientes e diferenciar-se da concorrência. 

2. Ofereça brindes 

Que tal oferecer brindes para os clientes que fizerem compras acima de um determinado valor? Pense em brindes que façam sentido para a data e garanta que as pessoas tenham vontade de colocar mais itens no carrinho para ganhar esse presente especial.

Para despertar ainda mais o desejo dos clientes, você pode deixar claro que o seu supermercado tem um número específico de brindes para a data. Por exemplo:

“Os primeiros 100 clientes que fizerem compras acima de R$300 reais entre os dias 1º e 8 de maio levarão uma cesta exclusiva de Café da Manhã de Dia das Mães”.

Essa cesta de Café da Manhã, inclusive, poderá ser feita em parceria com outras empresas. Produtos artesanais estão em alta, então você pode buscar fornecedores e parceiros que também se interessem em participar dessa ação. Assim:

  • O seu varejo sai ganhando, pois oferecerá um ótimo brinde aos clientes;
  • A marca (ou as marcas) parceira(s) também saem no lucro, pois passarão a ser conhecidas por mais pessoas;
  • O cliente fica satisfeito por ganhar um ótimo brinde de Dia das Mães.

Entretanto, caso não seja possível desenvolver um brinde desse valor, você pode pensar em opções mais simples. Desde um buquê de flores, passando por uma mini garrafa de espumante, bombons, entre outros.

O importante é pensar em desenvolver uma ação criativa, que atraia os clientes e mostre que o seu varejo está pensando em agradá-los nessa data tão especial. 

3. Para vender mais no supermercado no Dia das Mães, crie um guia de presentes

Outra dica valiosa para o Supermercado no Dia das Mães é criar um guia de presentes criativo para diversos perfis de mães. É possível fazer guias para as mães:

  • Esportistas;
  • Empresárias;
  • Cozinheiras;
  • Vaidosas;
  • Que adoram viajar;
  • Sofisticadas;
  • Tecnológicas, modernas e conectadas;
  • Donas de casa;
  • Estudantes; 
  • Mães de primeira viagem;
  • Madrastas que assumiram o papel de mãe, entre outros.

Também, é claro, você pode criar o guia de acordo com os valores dos presentes. Por exemplo: Guias com produtos de até R$50, até R$99, de R$100 à R$199, a partir de R$200, entre outros.

O guia de presentes é uma ótima ideia para os indecisos, pois ajuda a simplificar o processo de escolha deles na hora de comprar o presente. Esse guia pode ser postado nas suas redes sociais, enviado via e-mail, WhatsApp, SMS (com um link que direcione para o guia), inserido em um dos seus encartes, entre outros!

Lembre-se de que esse cuidado do seu supermercado em criar um guia de presentes é algo que gera valor e torna a vida do seu cliente mais conveniente. 

4. Use as suas redes sociais para gerar conteúdos de valor

O guia de presentes, que citamos acima, é uma forma de gerar conteúdo de valor para o seu supermercado. Porém, você pode ir muito além disso! 

Além de utilizar a data para homenagear e agradecer as mães, aproveite para fazer postagens relevantes para os seus clientes. E elas não devem ser focadas apenas em vendas, mas sim em materiais para inspirar, educar e ensinar as pessoas.

É possível compartilhar:

  • Receitas especiais para fazer no Dia das Mães;
  • Tutoriais de “Faça Você Mesmo”, ensinando a fazer embalagens de presentes bonitas e cartões diferenciados;
  • Ensinando a montar uma mesa bonita para o Dia das Mães, entre outros.

Esses conteúdos de valor são uma excelente forma de ganhar confiança do público e mostrar que você se importa com cada um dos seus clientes. E não apenas com as vendas. 

Também, lembre-se de que as redes sociais são um ambiente extremamente democrático e que valoriza a criatividade. Então, use e abuse dos formatos na hora de fazer os conteúdos do seu supermercado no Dia das Mães. 

Você pode fazer guias, checklists, quizzes, vídeos, jogos, e-books de receitas, planilhas, entre muitos outros!

5. Incentive e aproveite conteúdo gerado pelo usuário

Além de criar o seu conteúdo relevante, incentive o seu cliente a compartilhar materiais nas redes sociais e marcar o seu supermercado. Assim, você pode utilizar esses conteúdos nas suas redes e aumentar o engajamento e o reconhecimento da sua marca. Essa ação, além de ser econômica para o seu supermercado, ajuda a aproximar o seu varejo do público.

6. Busque parcerias valiosas

No tópico em que falamos dos brindes, já sugerimos algumas parcerias valiosas que você pode buscar no seu supermercado no Dia das Mães. Mas é possível ir além. 

Busque outros serviços que possam ser relevantes para as mães e tente formar parcerias com essas empresas. Pode ser desde um spa, passando por academia, cursos, livrarias, salão de beleza, restaurante, entre outros. 

Parcerias são ótimas formas de oferecer presentes relevantes sem que seja necessário gastar muito. Que tal escolher um desses serviços e oferecer um sorteio? Por exemplo:

“A cada R$150 reais em compras entre os dias 1º e 8 de maio, as mães concorrem a [acrescente aqui o prêmio]”.

7. Para ter mais sucesso no seu supermercado no Dia das Mães, movimente diversos setores da loja

Lembre-se de que o Dia das Mães é uma data muito democrática. Afinal, existem mães de todos os tipos! Por isso, movimente diversos setores da sua loja para ter mais sucesso na celebração.

Desde a área do bazar, passando pela perfumaria, bomboniere, floricultura, bebidas e alimentos em geral. Todos esses setores podem ser interessantes para a data. 

8. Prepare seu estoque

Nada pior do que o cliente chegar na sua loja e não encontrar aquilo que gostaria. Porém, o oposto – comprar muitos produtos e eles encalharem na gôndola, – também é péssimo para o seu varejo.

Assim sendo, se você deseja vender mais no Dia das Mães, não quer se preocupar com o excesso de produtos parados no seu estoque, é essencial que ele esteja de acordo com os desejos de compra dos seus consumidores. 

Para isso, verifique o histórico de vendas do Dia das Mães dos anos anteriores, conforme já citamos anteriormente e, também, acompanhe o que é tendência no momento.

9. Faça campanhas segmentadas para vender mais no supermercado no Dia das Mães

Por fim, mas não menos importante, lembre-se que a tecnologia é uma grande aliada para vender mais no Dia das Mães. Ela ajuda a gerar mais valor ao seu ponto de venda, permite que o atendimento seja mais ágil, oferece maior segurança para você e seus clientes e, ainda permite uma melhor comunicação entre o seu supermercado e os fregueses.

Ademais, tendo boas ferramentas tecnológicas no seu varejo, você mostra que é uma marca antenada às novidades e, assim, tem maiores chances de surpreender o seu cliente.

Aqui, estamos falando desde inovar e aceitar diversas opções de pagamento até buscar ferramentas (como a da Mercafacil) que permitam que você faça uma comunicação personalizada com seus clientes. Ou seja, que você envie a oferta certa, na hora certa, pelo canal ideal para aquela pessoa.

Preparado para colocar em prática as ações de Supermercado no Dia das Mães?

Colocando em prática essas dicas, o seu supermercado no Dia das Mães tem tudo para bombar! Porém, se ainda estiver com dúvidas sobre como aplicar essas ações, entre em contato conosco e saiba como a Mercafacil pode te ajudar a compreender cada vez melhor os seus consumidores e entregar a melhor experiência de compra para eles.